Back to top

[Resenha] Uma Razão para Respirar de Rebecca Donovan

uma razão para respirar

 Trilogia Breathing – Livro 01 

 

Edição: 1
Editora: Pandorga
ISBN: 9788561784324
Ano: 2014
Páginas: 496

Sinopse

Na cidade de Weslyn, Connecticut, onda a maioria das pessoas se preocupa em ver e ser vista, Emma Thomas preferia não ser percebida de forma alguma. Ela está mais preocupada em fingir perfeição enquanto puxa as mangas da blusa para baixo para esconder as marcas roxas, não querendo que ninguém perceba quão longe da perfeição ela realmente está. Sem esperar, ela encontra o amor. O amor a desafia a reconhecer seu valor, mas correndo o risco de revelar o terrível segredo que esconde. O livro “Uma razão para respirar” é eletrizante da primeira à última página; uma história ímpar sobre mudança, crueldade inesperada e uma garota se agarrando à frágil esperança. Uma Razão para respirar não é só um romance é um livro que aborda a violência doméstica e todos os dilemas que as crianças e adolescentes que passam por isso precisam enfrentar. A personagem principal vive esta realidade e tenta tornar-se invisível para que as pessoas a sua volta não a percebam. E por meio da amizade e amor ela tenta superar cada dia doloroso até que consiga escapar desta rotina. Uma história forte, emocionante, dura, real, meiga, triste e doce ao mesmo tempo, que vai mexer com os sentimentos do leitor. Uma leitura envolvente do inicio ao fim.

Página no Skoob

Adquira o seu Saraiva Cultura

Impressões por Eliane Teixeira

Rebecca Donovan uma autora  da lista USA Today Besteselling narra uma história em que a personagem principal, Emmily Thomas , sofre a rejeição de sua mãe,perde o pai com 10 anos,e ainda sofre violência impetrada por sua tia, e ainda é obrigada a  esconder de todos suas marcas físicas e emocionais.

Emma ,como gosta de ser chamada aprendeu o que significa perda e abandono muito cedo, sua mãe, que deveria cuidar dela , a abandonou por causa do alcoolismo,  deixando-a aos cuidados do pai,mas após  sua morte a guarda é transferida para seus tios e é quando começa então, sua dura realidade imposta pelo destino, que é viver em um ambiente sem amor e violento.

Por que estava aqui?Sei a resposta.Não foi uma escolha estar aqui;mas sim necessidade.Não tinha nenhum outro lugar  para ir  e eles  não podiam virar suas costas para minha situação.Eles eram a única família que eu tinha e,mesmo assim,não conseguia me sentir grata.”

Já na adolescência ,Emma não vivia como uma menina de sua idade ,e via sua ida à faculdade como um passaporte para se livrar das violências gratuitas de sua tia, ela vivia única  e exclusivamente para os estudos  e os esportes , que são sua única distração ela conta também com a companhia de sua amiga Sara , que é permitida a conviver com sua  família por  ser filha de um juiz.Sara é o oposto de Emma,livre ,extrovertida,popular e tem um brilho próprio que contagiava  todos a  sua volta, ela consegue compreender Emma e guarda seus segredos,muitas vezes fica revoltada com a calma, passividade e a força da amiga em  suportar tudo calada.

Com a chegada de Evan Mathews  a cidade, tudo muda para Emmily ,apesar de  não gostar muito de sua presença  no início,  ela se esforça para não se apaixonar , mas claro que o inevitável acontece e Evan é o bálsamo para suas feridas.

Percebi que torcia minhas mãos trêmulas e as soltei,mas não consegui desatar o nó de minha garganta ou acalmar meu coração.Inspirei algumas vezes tentando me livrar do sentimento.Apoie-me em minhas pernas trêmulas e respirei novamente antes de sair do quarto,fechando a porta às minhas costas.”

Gostei muito da leitura mesmo sentindo uma dor no peito quando Emma sofria as agressões,é muito natural a pessoa que sofre agressão se sentir culpada,como ela mesma provocasse essa reação no agressor.Emma procurava não ser vista pela tia,não queria que Sara ou Evan  a denunciasse com medo dos primos perderem a família ,procurava fazer tudo para não incomoda-los.

A autora descreve muito bem as cenas em que Emma sofre as agressões,suas reações,a forma de como ela enfrenta as situações,Emma usa a respiração como uma forma de libertação, como se fosse a única forma dela viver  livre.

Emocionante,triste,violento,mas com partes lindas, quando ela reconhece seu amor por Evan por exemplo, o romance não foi muito desenvolvido no livro porém fica bem delimitado na narrativa que esse momento  é o inicio de uma vida nova para Emma,a violência, claro é o tema principal da historia e suas implicações quando o ato  é descoberto pelos professores na escola.Seu tio fica a margem da história, cego e omisso, se negando a enxergar as agressões da esposa.

Recomendo o livro pois apesar de forte e violento, como já dito anteriormente e também muitas vezes cruel,a autora também mostra uma personagem determinada, forte e isso me cativou.

No equilíbrio entre o amor e a perda,seria o amor que me faria lutar para…Respirar.”

 

 

Eliane Teixeira height=

Quem Escreve

Eliane Teixeira 56 anos,formada em Pedagogia e cursando Letras,devoradora de livros desde novinha,mãe e avó em tempo integral.

 

 

assinatura.fw

Comentários

  1. Perfeito. Maravilhoso. Tudo de bom. Amei todas paginas, todos capítulos. Já li, reLi e provalmente vou ler mais umas 20 vezes até o lançamento do Segundo Livro ser Lançado no Brasil. Contando os dias para o Lançamento se Mal Respirando… Amei sua resenha 🙂

    Reply
  2. Nossa eu nunca sequer tinha ouvido falar desse livro e tenho certeza que deve ser impactante, só pela sinopse e pela sua descrição parece ser. Engraçado que sua resenha coincidiu bem no dia em que houve um reboliço quanto a porcentual de pessoas que acham que a culpa é realmente da vítima e não do agressor. A história de Emma parece ser muito interessante, mas fiquei intrigada por ser uma trilogia, né?
    Será que tem história pra tanto livro?

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *