Back to top

[Semana Especial][Resenha] A promessa da Rosa de babi A. Sette !!!

a-promessa-da-rosa

Flores da Temporada #1

Edição: 1
Editora: Novo Século
ISBN: 9788542805550
Ano: 2015
Páginas: 432

Sinopse

Século XIX: Status, vestidos pomposos, carruagens, bailes… Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não casar-se cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena… Arthur Harold é bonito, rico e obstinado.
Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, à impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é: o nono duque de Belmont, alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite, se transforma em uma paixão sem limites.
Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e sim, pela a única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e enorme teimosia: o seu coração.

*Adicione aos seus desejados no Skoob*

 

Impressões

Um romance histórico com uma protagonista a frente de seu tempo. Você pode presumir que esta afirmativa define A Promessa da Rosa, mas está enganado, um romance singular, profundo, com situações inusitadas e profundamente dolorosas, que arrastam o leitor para uma jornada de desencontros, sofrimento, luxúria, amor, vingança e principalmente de superação.

Kathelyn Stanwell é a protagonista da trama, uma linda, invejada e cobiçada nos salões de baile, mas ela tem completa aversão aos nobres e suas regras, ela aspira um casamento por amor e não aceita ser negociada como uma propriedade. De personalidade aventureira e impulsiva sofre por não se encaixar nos moldes que a sociedade espera, ela acha muito mais divertido subir em arvores e nadar em rios do que aprender etiqueta, abanar leques e ser a moça recatada que se espera que ela seja.

Arthur é um homem ciente de sua posição e se orgulha dela, arrogante, teimoso, extremamente orgulhoso e aristocrático, um exemplo de seriedade, ao mesmo tempo em que ama aventuras e terras distantes e excêntricas, um Duque rígido, lindo, algo odioso, mas maravilhoso, sedutor e irresistível, uma incoerência embrulhada em um pacote fascinante. Ele foi o responsável por quase todo sofrimento de Kathe, mas fica quase fácil perdoá-lo ao perceber os estragos de todos os sentimentos discordantes que ele carrega em relação a ela.

Kathe conhece Arthur de forma inusitada e a partir daí o envolvimento deles foi intenso e a corte totalmente fora dos ditames da época, ela com sua habilidade extraordinária de encarar a vida, com gostos inusitados e uma forma inocente de se meter em confusão e seduzir sem fazer ideia do que está fazendo e ele, um homem que parece um forasteiro, mas que logo se revelará um dos partidos mais cobiçados de toda a temporada. Ele é rico, nobre, solteiro, muito orgulhoso e está procurando uma esposa. Kathe só que ser feliz e livre e pagará um preço muito alto por isso, envolvida em intrigas, mentiras, rumores e desencontros que irão mudar e marcar sua vida para sempre.

Geralmente em romance históricos onde a protagonista é a frente de seu tempo ela sofre por seu comportamento, mas em A Promessa da Rosa, Babi levou esse sofrimento ao extremo, não há nenhum milagre salvando a mocinha da ruína, não, somente sua força e perspicácia que serão capazes de salvá-la, a autora nos leva a momentos realmente difíceis com a personagem, mas nos surpreende com seu amadurecimento rápido, sua determinação, ela foi capaz de enfrentar a sociedade, e ao se dar conta da decadência de sua posição se mostrou fiel ao que acreditava,revertendo tudo de ruim que falavam sobre ela em uma fama capaz de mantê-la erguida, se sustentar e ainda realizar um dos poucos sonhos que ainda lhe restam.

Mesmo depois de toda a crueldade de Arthur, que também foi vítima de intrigas e mesmo sendo orgulhoso de sua posição, se deixou levar pelo ciúme sem se dar de que foi responsável pela destruição da mulher que amava, nenhum dos dois foi capaz de esquecer o que viveram e o que sentiam, e mesmo anos depois, ao se encontrarem, todos esses sentimentos resurgem, o desejo, o amor, o ódio e o ressentimento, e eles entram em um jogo de sedução e vingança que os levará quase a loucura, e quando toda a verdade é revelada, mesmo assim a cruel autora não permite que esses dois tenham seu final feliz e nos leva ao desespero por mais algum tempo, para depois nos extasiar no clímax mais emocionante e que já li.

Arthur e Kathe sempre se amaram, mas precisam aprender a lidar com a intensidade desse sentimento e mais ainda, precisam saber como concertar todas feridas do passado.

Uma história completa, magnífica, com personagens complexos e críveis, que tem defeitos e qualidades, principalmente que aprendem com isso e se desenvolvem e se renovam durante a trama. Emoções tangíveis extravasam as páginas e enfeitiçam o leitor que se joga na história sem limites e reservas e muito bem recompensado no final. Babi A. Sette tem o poder de conquistar o leitor logo nas primeiras frases e só aumentar seu envolvimento, a autora tem o dom de encantar com sua narrativa ímpar, complexa, algo rebuscada, mas suas principais características são a emoção e a sensibilidade.

Se você é fã de romances históricos, mas está ansioso por uma história diferente, recheada de emoções fortes e acontecimentos inesperados, este livro é para você.

 

 

 

Bianca Benitez height=

Quem Escreve

Bianca Benitez 38 anos,técnica de enfermagem,cursando Letras,mãe e faz malabarismo para ler no intervalo disso tudo.Apaixonada por literatura erótica,romances de época, romances históricos e chick Lit.

 

 

 

assinatura.fw

Comentários

  1. Oi, Bianca
    Que bom que indica tanto o livro. Eu amo o gênero e morro de vontade de ler algo da Babi. Infelizmente ainda não tive oportunidade.
    Os personagens parecem ser mesmo inesquecíveis.
    Linda resenha.

    Reply
  2. Oie Bianca!!
    Li uns dias atrás o livro Senhorita Aurora da Babi tb e simplesmente adorei a escrita. Foi o primeiro livro dela q eu tive contato e fiquei apaixonada. O que me fez anotar como desejados todos os livros da Babi.. A promessa da rosa é um deles pois só de ler a sinopse já fiquei louca e ainda sendo um romance histórico então, melhor ainda. Lendo a sua resenha só me fez ficar ainda mais encantada e querendo pra ontem esse livro. Adorei!!
    Bjo

    Reply
  3. Olá,
    Ainda não conheço a escrita da Babi, mas já ouvi falar muito bem.
    Fiquei curiosa para conferir esse romance de época que apresenta personagem forte e que é a frente da época e nos apresenta um romance singular.
    É interessante perceber que tem todo um mistério envolvido na trama e estou curiosa se ambos conseguirão se curar das feridas do passado e seguir em frente.
    A capa é muito bonita.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    Reply
  4. Bianca adorei conferir suas impressões dessa leitura. Amo pq é nacional e romance de época, minhas paixões dos últimos tempos. Ainda não li nada da Babi, mas a poucos meses consegui adquiri os três livros já lancados e pretendo ler o quanto antes.
    Preciso conferir porque todos amam tanto a escrita da Babi. Emprestei os livros para minha mãe e em uma semana ela leu os três e ficounlouca por mais!!!
    Já vi pelas redes sociais que ela é uma fofa, simpática e sensível.
    Enfim obrigada por compartilhar sua opinião sobre a leitura e parabéns por incentivar a leitura do autor nacional!!!! Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    Reply
  5. Eu não sei dizer exatamente o porque, mas em um primeiro momento eu não curti a capa do livro e então o deixei de lado, sem nem saber direito o seu conteúdo. Isso só mudou quando vi o lançamento do segundo e agora parece que vivo esbarrando em resenhas que me deixam com a sensação de que eu estou perdendo muito tempo por ainda não ter lido o livro.
    Fiquei com a grande sensação de que irei me apaixonar pelo livro e pela autora. Ainda mais por ter personagens tão críveis como parecem pela sua resenha 🙂
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    Reply
  6. Sabe que este livro está me lembrando um que estou lendo agora que é Dez Formas de fazer um coração se derreter. Eu já disse que quero muito ler os livros desta autora mas eles são enormes e sei que você adora ela. Então pode me dar de presente também os livros dela né. Adoro o mistério e que a personagem é forte!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    http://www.blogandolivros.com

    Reply
  7. Olá!
    Eu sou completamente suspeita para falar de A promessa da rosa, pois Babi é uma das minhas autoras nacionais favoritas e A promessa da rosa foi um dos melhores livros que li em 2015.
    A história de Kathe e Arthur é incrível. Impossível não se apaixonar.
    Adorei a resenha e os pontos que você ressaltou.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *