Edição: 1
Editora: Globo Alt
ISBN: 9788525060389
Ano: 2016
Páginas: 256
Tradutor: Santiago Nazarian

Sinopse

Sway é o apelido de Jesse Alderman, por causa de seu talento para conseguir qualquer coisa para qualquer pessoa, como providenciar trabalhos escolares, fazer com que pessoas sejam expulsas da escola, arrumar cerveja para as festas, entre outras coisas, legais ou ilegais… É sabendo dessa fama que Ken Foster, o capitão do time de futebol da escola, pede a ele um trabalho controverso: Ken quer que Bridget Smalley saia com ele. Com seu humor ácido e seu jeito politicamente incorreto de ver a vida, Sway terá que encarar o trabalho mais difícil que já teve: sufocar todos os sentimentos que Bridget desperta nele, a única menina verdadeiramente boa que ele conheceu em toda a sua vida.

# Adicione aos seus desejados no Skoob #

Adquira o seu: Amazon | Saraiva | Submarino |

 

Impressões

Este livro definitivamente não é um romance contemporâneo típico, e acho que me apaixonei exatamente por isso. A premissa me intrigou porque soava como um romance mediano, mas ele é muito mais do que isso.

Jesse Alderman é um solucionador. Ele é o cara na escola que todos procuram quando tem um problema ou precisam de algo. Se alguém quer um encontro com a garota mais popular da escola, ele consegue, se precisam de um passe escolar ou uma dispensa é com Jesse que irão conseguir, ele é um negociante e um traficante, que é convidado para as festas mais populares, pois seus clientes são os mais diversos, ele é o “Sway”, apelido pelo qual é conhecido, o cara descolado sem fazer o menos esforço, aceito, adorado e idolatrado, por quase todos. De atletas a nerds, incluindo até mesmo o diretor da escola, todos conscientes da influência e poder que ele exerce. Jesse é cruel, mas ele encara todas as suas atitudes como apenas necessárias ao seu próspero negócio e nada abala sua fachada, o que nos leva a pensar que toda essa atitude é tão somente uma forma de preservação, ou será que ele está fugindo de algo?!

Já Ken Foster, o capitão da equipe de futebol, que normalmente faz as meninas suspirarem, quer contratar Jesse para descobrir tudo sobre Bridget Smalley e assim conseguir ficar com ela, a única que lhe disse não, uma menina impressionante, com um coração enorme e completamente diferente das meninas que se jogam em cima dos atletas. Jesse promete resolver tudo em duas semanas, e começa uma perseguição para conhecer Bridget. Ele a segue para uma casa de repouso para idosos e barganha com um senhor do lugar para fingir ser seu avô apenas para chegar perto dela. Mas o Sr. Dunkelman não quer dinheiro, quer companhia, não satisfeito Jesse faz amizade com o irmão mais novo de Bridget, Pete, que tem paralisia cerebral.

Mas enquanto Jesse assegura que Ken se envolva com Bridget, não consegue escapar do compromisso com Sr. Dunkelman e da influência de sua forçada convivência com Bridget e Pete e, lentamente, sua vida entra em extremo alvoroço e suas atitudes incoerentes com o que ele sempre professou, ele começa a se importar e usar toda a sua autoridade para ajudar as pessoas em vez continuar enchendo seu bolso de notinhas verdes.

Isso não é uma adaptação de Grease com um garoto fingindo ser mau, Kate Spears consegue delinear para o leitor cada nuance de Jesse despertando-o do inferno em que ele tem vivido e nos deixando acompanhar as mudanças a partir dos seus crescentes sentimentos por Bridget.

Se o caro leitor está procurando um livro sobre altos e baixos no ensino médio de um ângulo nada convencional, este deve ser a sua escolha, Kat Spears escreveu um romance, Young Adult em sua estreia, com um olhar original, fresco e irritado dos anos de colegial e a vida e romances que transcorrem nesse período, ela conseguiu capturar a essência do ensino médio nessas páginas. Seus personagens, especialmente o seu bad boy Jesse Alderman, cujo coração é bem parecido com o do personagem Grinch, mas ele descongela e dobra de tamanho no decorrer desse romance descompassado, são retratados de forma vívida e intensa. E nem os clichês inseridos na trama conseguem nublar a incrível história.

Nosso ódio pelo protagonista é ilusório, no decorrer da leitura vamos descobrindo um menino engraçado, sarcástico, carismático apesar de todas as suas falhas de caráter, que sabe o que quer. Jesse tem uma visão cínica da vida e das pessoas e suas atitudes demonstram isso muito mais do que as palavras, percebemos um jovem intrinsecamente bom, mas que escolheu um trágico caminho a seguir.

O relacionamento de Jesse e Bridget não é uma parte tão grande da história, mas foi uma porção muito interessante. É natural se apaixonar por Bridget porque, embora ela parecesse ter poucas imperfeições em sua personalidade, conseguimos sentir veracidade em suas descrições. Ela se torna uma influência muito boa para Jesse, ela fez dele uma pessoa melhor, porém o mais importante é o fato dela amá-lo por quem ele é e não tentar mudá-lo.

Eu também me impressionei com os personagens secundários neste livro (Joey, Senhor D, Carter, etc.) porque eles foram significativos para a trama, além disso, achei que o relacionamento de Jesse com Pete foi interessantemente explorado pela autora. Pete precisava ouvir as verdades que somente Jesse tinha coragem de jogar em cima dele, nunca o tratando como deficiente ou mesmo como uma pessoa diferente e inferior. Embora Jesse possa ser difícil de amar no primeiro momento ele é um personagem muito intrigante, e a trama segue exatamente esse clima, envolvendo o leitor no enredo, mesmo que ele não concorde com o que está lendo.

 

 

 

 

 

Bianca Benitez height=

Quem Escreve

Bianca Benitez 38 anos,técnica de enfermagem,cursando Letras,mãe e faz malabarismo para ler no intervalo disso tudo.Apaixonada por literatura erótica,romances de época, romances históricos e chick Lit.

 

 

3 respostas a [Resenha] Sway de Kat Spears !!!

  • Leticia Golz disse:

    Oi, Bianca
    Eu não conhecia o livro, mas parece bom. É legal quando os personagens despertam os mais diferentes sentimentos em nós, né?
    Gosto de romances contemporâneos. Tenho gostado ainda mais dos YA ultimamente. Fiquei feliz de conhecer o livro.

  • Licavargas disse:

    Eu tinha lido uma resenha bem negativa do livro e já estava prestes a tirar ele de vez da lista de leituras… Mas a sua resenha me fez ficar curiosa e querendo saber o que eu iria pensar sobre o protagonista – e se ficaria empolgada ou não com o livro.
    Acho que por ter um angulo diferente do comum já deve ser algo interessante de se ler, então, espero curtir a leitura – e que eu consiga realizar ela logo 🙂
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

  • Isabela disse:

    Oi Bianca! Nao conhecia essa livro, mas gostei bastante do que você colocou na resenha. Bom saber que ele foge um pouco dos clichês convencionais. Tem bastante tempo que nao leio um YA e depois dessa resenha bateu maior vontade de ler. Rs
    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editoras parceiras

Mr. Romance na Amazon !!!

Romances de Época na Amazon

PageRank