Back to top

[Resenha] O Jogador de Vi Keeland !!!


Edição: 1
Editora: Charme
ISBN: 9788568056417
Ano: 2017
Páginas: 304
Tradutor: Bianca Briones

Sinopse

Na primeira vez que encontrei Brody Easton ele estava no vestiário masculino. Foi a minha primeira entrevista como jornalista esportiva profissional. O famoso quarterback decidiu me mostrar tudo. E, por tudo, não quero dizer que ele me disse algum de seus segredos. Não. O idiota arrogante decidiu deixar cair a toalha quando fiz a primeira pergunta. Na frente da câmera. E o famoso ganhador do Super Bowl rapidamente adotou um novo hobby: me provocar.
Quando o afastei, ele desistiu de só me provocar e resolveu que queria transar comigo. Mas eu não saio com jogadores. E não é porque sou uma das poucas mulheres que trabalham no mundo do futebol profissional. Eu posso namorar um jogador. É outro tipo de jogador que eu não namoro. Você conhece o tipo: boa aparência, forte, arrogante, sempre querendo ficar com alguém.
Brody Easton era um verdadeiro jogador. Toda mulher queria ser a que iria mudá-lo. Mas a verdade era que tudo que ele precisava era de uma garota por quem valesse a pena mudar.
De repente, eu era essa garota.
Simples, certo?
Vamos encarar, nunca é.
Há uma história entre o era uma vez e o viveram felizes para sempre…
E esta é a nossa.

Adicione aos seus desejados no Skoob

Adquira o seu : Editora Charme |  Amazon  |  Saraiva |

PS: Preço incrível para pagamento em depósito bancário na loja da Editora Charme

 

 

Impressões 

O Jogador foi uma leitura extremamente aprazível! Engraçado, sexy e simples, nada menos que incrível. Desnecessário dizer que eu amei. Eu nem imaginava que o arrogante Brody seria o meu próximo crush literário. Se eu vou ter fantasias elaboradas com ele?! Claro que sim.

Este livro tem um pouco de tudo que me encanta em uma narrativa: personagens fantásticos, diálogos divertidos, um lindo romance e uma trama muito bem desenvolvida. Não fiquei nada surpresa em me encantar tanto por esse livro, geralmente as histórias da Vi Keeland fazem justamente isso comigo.

Quando Delilah Maddox, uma jornalista esportiva profissional teve chance de realizar sua primeira entrevista com todos os jogadores de futebol, especialmente o quarterback da equipe Brody Easton, ela tentou ser o mais profissional possível. Seu trabalho como repórter feminino seria o ápice de sua carreira e ela queria fazer um bom trabalho, mas Brody tornou a sua primeira entrevista tão intimidante que ela precisou ser firme para combater a personalidade arrogante dele.

Nossa protagonista adora esportes e mais ainda de seu trabalho. Afinal, seu pai era um quarterback famoso. Ela trabalhou duro para provar a todos que ela poderia ser profissional em um mundo onde os homens são dominantes e extremamente misóginos. Quando conhece Brody, um dos jogadores de futebol mais aclamados pela mídia, ela ficou surpresa por sua aparência, mas também por seu charme e personalidade divertida. Delilah tenta manter a calma e não ser afetada, mas ela não tem a mínima chance. Ainda mais com o Sr. Brody a provocando e instigando desde seu primeiro contato.

Brody se sente afetado por Delilah desde o momento em que ele a conhece. Ele mais do que gosta dela e a quer, não importa como. Delilah não pode mentir para si mesma, ela se sente atraída pelo quarterback arrogante mais do que quer admitir, mas ela não pode se envolver com um jogador, especialmente com um que só está interessado em sexo. Ela também não está exatamente procurando um relacionamento sério, não depois de anos atrás ela ter perdido o homem que amava e não conseguir superar isso. Mas Brody sabe o que quer e não é homem de aceitar não como resposta.

Uma das coisas que Brody mais adora e Delilah é o fato dela conhecer tanto sobre futebol e todas as suas estatísticas, ela é linda, espirituosa e mesmo não conseguindo esconder a atração que sente por ele, não está caindo aos seus pés como as outras mulheres e isso chamou sua atenção instantaneamente, ele decide que não vai aceitar suas recusas e parte para o ataque. Ele quer tê-la e fará o que for preciso para isso. Contudo, ele descobre que Delilah não é uma de garota para somente uma noite, e isso o faz adora-la ainda mais.

Brody Easton é o melhor em sua equipe e tem reputação de mulherengo, mas para Delilah ele é perfeito, porque, por trás de seu comportamento arrogante e sarcástico, e obviamente de sua fachada quente como o inferno, ele é doce e protetor.

Delilah e Brody acabam passando muito tempo juntos por causa da temporada de futebol e isso colabora para que eles se enxerguem de forma diferente, com o passar do tempo ela começa a perceber os nuances do homem por trás do jogador e isso fez com ela passasse a gostar dele mais do que seria saudável. Delilah percebe que ele é muito mais do que ela tinha imaginado, porém Brody tem um coração partido e ela não pode se arriscar a ter o dela destroçado mais uma vez.

Um acontecimento no passado de Brody deixou seu coração machucado e danificado e ele não permite que ninguém ultrapasse suas defesas, mas ele também percebeu que se ele realmente queria Delilah teria que se abrir. No entanto, seu passado resurge diante de seus olhos e nesse momento eu fiquei em pânico pelos dois personagens que já tinha aprendido a amar.

Foi um pouco angustiante tentar adivinhar o que passado dos dois seria capaz de fazer a eles, apesar da química entre Brody e Delilah ser palpável e a interação entre eles ser divertida e gostosa de acompanhar e as cenas mais quentes serem de tirar o fôlego, eu temi pela história dos dois. Brody é um dos melhores protagonistas que já li, ele é um HOMEM em todos os sentidos da palavra e conseguiu me conquistar irrevogavelmente. Eu sofri com ele, suspirei e o amei um pouco mais a cada página. Ele é sexo embrulhado em um irresistível pacote, arrogante e na maior até um pouco grosseiro, mas em momento algum ele age como uma babaca. Eu realmente gostei do quão engraçado e fácil ele era e eu amei suas perguntas bobas.

Outro ponto que me fez amar ainda mais o protagonista foi sua relação com Marlene. Ele tem um coração enorme! Sua relação com Delilah era adorável e ele era simplesmente maravilhoso com ela. Delilah também é muito fácil de gostar. Ela é batalhadora, determinada a provar a si mesma e a todos os outros que pode ser profissional, ela é confiante e doce, solidária e atenciosa com Brody e não é uma daquelas protagonistas que dá chilique ao menor sinal de algo errado, uma mulher firme, madura e muito bem desenvolvida pela autora.

Brody me conquistou não só com sua personalidade divertida, mas também com sua boca suja. O homem definitivamente sabe o que fazer com uma mulher. A química entre esses dois personagens foi fantasticamente desenvolvida.

Este livro foi simplesmente impressionante! Eu sorri, sorri, desmaiei , suspirei, precisei de um banho gelado e depois sorri mais um pouco. Uma leitura gostosa com uma narrativa muito bem desenvolvida, com personagens críveis, bem sucedidos em suas vidas profissionais, mas com corações machucados e que decidiram ir em frente até que se deparam com alguém que vai consertar seus pedaços quebrados e investem nisso sem dramas ou frescuras. Eu gosto de personagens fortes e decididos, que vão atrás de sua felicidade e só descansam quando a conseguem sem perder a doçura e alegria e principalmente, sem fraquejar no primeiro obstáculo. O que realmente gostei nessa história foi a resolução de situações do passado. A autora nos permitiu conhecer como eram os personagens mais profundamente e isso só contribuiu para deixar a trama ainda mais agradável de acompanhar.

Fiquei muito feliz com a composição da história de Brody e Delilah, eles se amam e fazem isso acontecer, o aspecto romântico foi realmente bem escrito. O primeiro encontro dos dois foi divertido, para dizer o mínimo e os diálogos entre os personagens são sempre leves e engraçados. Adorei também, as brincadeiras e todas as insinuações sexuais entre eles. Eles são  realmente perfeitos juntos – dentro e fora da cama.

A narrativa foi elaborada de forma perfeita , o ritmo da história idem e a angústia e o drama não são irritantes ou esmagadores. Vi Keeland sabe como transformar suas histórias em algo que encante e afete os leitores. Não tem como ficar impassível diante de seus livros e com esse não seria diferente.

 

 

 

 

 

 

 

Bianca Benitez height=

Quem Escreve

Bianca Benitez 38 anos,técnica de enfermagem,militar,mãe e faz malabarismo para ler no intervalo disso tudo.Apaixonada por Outlander,Romances de época e históricos,Young Adult , Literatura Érótica, e chick Lit.

 

 

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *