Back to top

[Resenha] O Garoto do Cachecol Vermelho de Ana Beatriz Brandão !!!

o-garoto-do-cachecol-vermelho

 

Edição: 1
Editora: Verus
ISBN: 9788576865353
Ano: 2016
Páginas: 294

Sinopse

Uma história comovente, recheada de drama, suspense e romance

Melissa é uma garota linda, rica e mimada, que sempre consegue o que quer e tem todos na palma da mão. Ela acredita que a carreira de bailarina é a única coisa que realmente importa, porém suas certezas são abaladas quando faz uma aposta com um garoto misterioso, que parece ter como objetivo virar sua vida de cabeça para baixo. De repente, Melissa se vê dividida entre dois caminhos: realizar seu maior sonho, pelo qual batalhou a vida inteira, ou viver um grande amor. Mas, não importa aonde ela vá, todas as direções apontam para o garoto do cachecol vermelho… Com esta história intensa e apaixonante, Ana Beatriz Brandão vai emocionar e surpreender o leitor, provando que é uma jovem autora que tem muito a dizer.

# Adicione aos seus desejados no Skoob #

Adquira o seu : Amazon | Saraiva | 

 

Impressões

Eu odiei a protagonista no inicio do livro, mas a trama me conquistou quando mostrou o poder transformador do amor.

Melissa é rica, superficial, mimada e acha que todos que não são de sua classe social inferiores a ela. Sua vida gira em torno da faculdade, o balé, baladas e bebedeiras, ela é incrivelmente preconceituosa e chata, e justifica seu comportamento na ausência de atenção da mãe, ela não conhece o amor, a única coisa que chega perto desse sentimento é o que ela sente pelo balé.

Daniel é seu extremo oposto, um rapaz que cresceu cercado de amor e atenção, com uma família presente, mesmo que com seus problemas, ele conhece também conhece a dor, mas usa esse sentimento como impulso para fazer o bem para os outros, ele é feliz, um líder justo e acessível, a faculdade e a música são a sua vida e quando o caminho dos dois se cruza ele sabe que precisa tirar a tristeza do olhar de Melissa e aí a história começa.

Assim como odiei Melissa logo de cara, ela sente o mesmo por Daniel quando eles se encontram pela primeira vez em uma celebração de Ano Novo, e a irritação com ele só aumenta quando eles se reencontram na faculdade, mas Daniel é persistente e faz de tudo para que Melissa esteja ao seu lado, e para isso eles fazem um trato em que a garota terá que segui-lo onde ele for.

Os dois ficam amigos e inseparáveis, Daniel mostra a Melissa o poder do bem e do amor e por mais que ela seja reticente no início, vai se rendendo aos encantos desse sentimento e mais ainda, ao fascínio pela personalidade vibrante de Daniel.

Mas a história é muito mais profunda do que um personagem encontrando a redenção pelo amor, Melissa vai aprender o que é o amor sim, mas também o que é a doação, a beleza de pensar nos outros acima de suas necessidades, a deixar suas prioridades de lado por quem se ama, a perdoar e tudo o que ela aprende e sente me fizeram gostar muito mais dela e do livro, que não é nada bobinho, mas um passeio por vidas reais, com problemas reais e a autora acertou em inserir na trama uma doença tão grave e desconhecida como a Esclerose Lateral Amiotrófica, além de conter uma linda história, Ana Beatriz nos ensina e abre nossos olhos para essa doença.

Eu demorei muito a me entregar à narrativa, Melissa era realmente muito insuportável, mas Daniel vê algo que vale a pena nela e eu embarquei nessa com ele, os dois são irritantes, se provocam, mas são perfeitos juntos e parte em uma jornada de reencontro e transformação, ele tenta despojá-la dos seus preconceitos, de sua revolta e de sua raiva pelo mundo e vai conseguindo isso aos poucos, ao mesmo tempo em que se apaixonam.

A história de Ana Beatriz Brandão é cativante e sincera, mostra à verdade nua crua de muitas meninas da classe alta, apesar de achar que ela exagera um pouquinho, o desenvolvimento da trama é linear e o leitor acompanha as transformações de ambos os personagens acontecendo sob seus olhos e isso é encantador.

Mas não espere um romancezinho bobo, a trama tem surpresas e reviravoltas que vão te deixar sem chão e mais apaixonado ainda por esse livro, derramei muitas lágrimas durante a leitura do final, que me deixou sem fôlego e imensamente triste, mas valeu a pena cada segundo que passei com os personagens de O Garoto do Cachecol Vermelho.

lilian comunica

 

 

 

 

 

Bianca Benitez height=

Quem Escreve

Bianca Benitez 38 anos,técnica de enfermagem,cursando Letras,mãe e faz malabarismo para ler no intervalo disso tudo.Apaixonada por literatura erótica,romances de época, romances históricos e chick Lit.

 

assinatura.fw

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *