Ligeiramente Seduzidos_16mm.indd

 

 

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580415469
Ano: 2016
Páginas: 288
Tradutor: Ana Resende

Sinopse:

Jovem, estonteante e nascida em berço de ouro. É apenas isso que Gervase Ashford, o conde de Rosthorn, enxerga em Morgan Bedwyn quando a conhece, num dos bailes da alta sociedade inglesa em Bruxelas.

Em circunstâncias normais, ele não olharia para ela duas vezes – prefere mulheres mais velhas e experientes. Porém, ao saber que Morgan é irmã de Wulfric Bedwyn, a quem Gervase culpa pelos nove anos que passou longe da Inglaterra, decide que ela é o instrumento perfeito para satisfazer seu desejo de vingança.

Mas Morgan, apesar de jovem e inocente, também é independente e voluntariosa e, assim que entende as intenções do conde, se prepara para virar o jogo e deixar claro que não se deixará manipular por ninguém.

Em Ligeiramente Seduzidos, quarto livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos brinda com mais uma história fascinante. Em uma trama repleta de traição e vingança, escândalo e sedução, ela mostra que o caminho para o amor pode ser difícil, mas que a recompensa faz cada passo valer a pena.

Adicione aos seus desejados no Skoob

Adquira o seu : Amazon  | Submarino  

 

Impressões

A heroína deste volume é Lady Morgan Bedwyn, a mais nova do clã Bedwyn, mais é uma alma velha que tem noções modernas e ideais elevados, que se sente sobrecarregada com as restrições da sociedade. Ela ganha a permissão de seu irmão e tutor, Wulfric, para ir para Bruxelas como companhia para sua amiga, cujo irmão foi enviado com seu regimento para lutar na próxima batalha contra Napoleão. Nosso herói, Gervase Ashford, conde de Rosthorn, também está em Bruxelas, e ele mira em Morgan como um míssil guiado. Foi Wulfric que o levou à desgraça e consequentemente a seu banimento para o continente há nove anos e Gervase prepara agora um plano de vingança. E vai se vingar de Wulfric arruinando sua irmã mais nova. Mas Morgan não é tola, e o que se segue é uma batalha de vontades entre ela e Gervase.

O que eu realmente amei sobre Ligeiramente Seduzidos foi o desenvolvimento do caráter dos personagens. Na primeira fase, Gervase se apresenta como um completo libertino e um patife (embora bastante encantador), e eu me perguntava como poderia haver redenção para ele. Mas Gervase é muito mais do que isso, como o leitor e Morgan vão descobrir ao longo da trama, como seus planos vão dando lugar a sedução quando ele e Morgan começam a desenvolver uma amizade profunda. Morgan é uma protagonista admirável, ela é introspectiva, compassiva e com pensamentos muito originais por trás da altivez que ostenta. Morgan e Gervase são perfeitamente compatíveis, e sua química estala e ultrapassa a barreira das páginas. Eu amo o fato deles serem grandes amigos antes de se tornarem amantes. Os obstáculos em sua história de amor foram críveis e bem desenvolvidos. Outro personagem que é mais explorado neste livro é o misterioso Wulfric; conhecemos um pouco mais de seu passado e isso é muito emocionante! Este volume abre a contagem regressiva para o livro dele!

Eu gosto de Lady Morgan por sua insistência em querer o amor, não importa o que as pessoas possam dizer. Claro, que não ajuda o fato de seu irmão ser um duque poderoso e temido, mas ela não se deixa intimidar por ele e com toda a altivez dos Bedwyns, faz o que acha ser melhor e até toma algumas decisões equivocadas, mas no final, ela só está indo atrás do que acredita e isso só me faz gostar mais dela ainda.

Quanto ao enredo, eu realmente gostei muito mais da primeira metade da história que se passa em Bruxelas. Há muita ação e algum suspense (o que aconteceu com Alleyne?), e encontros interessantes entre Gervase e Morgan. Foi quando Mary Balogh nos mostra como eles se apaixonaram, mesmo não estando cientes disso no momento. Quando a história muda para a Inglaterra, torna-se mais previsível e menos emocionante, mas ainda assim agradável. Mais um noivado falso aparece nesta série, e mais uma vez a autora nos leva a um jogo de sedução permeado de desejo de vingança e ao mesmo tempo de perdão e amor. A parte triste da trama é a ausência de Alleyne, esse fato rendeu uma cena pequena, mas maravilhosa com Wulf que trouxe lágrimas aos meus olhos.

Mary Balogh nos tortura e nos envolvem, com um vai-e-vem de amor e traição, bem como a preocupação torturante sobre entes queridos na batalha. E nos mostra que uma aristocrata, mesmo muito jovem, pode se interessar por muito mais do que bailes, vestidos e flerte, essa história poderia ter sido outra, mais frívola, com grandes descrições sobre festas e bailes, piqueniques e jantares, mas não, Lady Morgan ajuda a cuidar dos feridos de uma batalha em curso, essa parte da trama é bem tensa, mas mostra outro lado da protagonista, seu lado forte e decidido, ela se vê praticamente sozinha em uma cidade estranha, mas precisa ajudar , e mesmo sofrendo com a preocupação por seu irmão faz tudo o que está ao seu alcance para ajudar os que precisam dela, nesse momento é o apoio prestado pelo conde de Rosthorn, nosso infame Gervase que faz toda a diferença para Lady Morgan.

Ligeiramente Seduzidos é uma história sobre vingança e como ela pode sair completamente de controle quando os sentimentos são envolvidos .

 

Livro gentilmente cedido para resenha por

arqueiro

 

 

 

 

 

Bianca Benitez height=

Quem Escreve

Bianca Benitez 37 anos,técnica de enfermagem,cursando Letras,mãe e faz malabarismo para ler no intervalo disso tudo.Apaixonada por literatura erótica,romances de época, romances históricos e chick Lit.

 

 

assinatura.fw

8 respostas a [Resenha] Ligeiramente Seduzidos de Mary Balogh !!!

  • Olá Bia!
    Tenho o primeiro e o terceiro livro dessa série mais inda não li pois quero completa-la.Como sempre sua resenha está maravilhosa e eu adorei saber que a escritora não focou em futilidades e sim em sentimentos que realmente importam. Esse é mais um livro que foi para a minha lista de desejados.
    Beijinhos!

  • Olá Bia!
    Eu tenho o primeiro e o quarto 3 livro dessa série, mas ainda não li nenhum pois quero completar a coleção. A história parece linda e tensa ao mesmo tempo. Gostei de saber que a autora não focou em futilidades e sim em sentimentos que realmente importam. Sua resenha está maravilhosa como sempre e esse é mais um livro que está na minha lista de desejados.
    Beijinhos!

  • Milena Nones disse:

    Olá!
    Que resenha incrível, já fiquei com vontade de ler!

    Achei a temática bastante envolvente e, além disso, é um romance de época. Amo! Assim que diminuir a minha lista eu quero ler, sem dúvida!

    Beijos

  • Tânia Bueno disse:

    Oi Bianca, nossa fiquei impressionada com a trama que parece capturar totalmente a atenção do Leitor e fiquei curiosa para conhecer Gervase e Lady Morgan para saber como eles lidarão o que sentimento que parece pipocar entre eles e o lado conquistador dele. Não gosto de história de traição e vingança, mas tem umas que realmente valem a pena ler, até porque o mundo não é feito somente de céu azul e tempo bom. Hahaha.

    Bjo
    Tânia Bueno Faces

  • Nossa, sua resenha foi bastante esclarecedora e eu não comecei a ler este livro ainda, até porque nem recebi. hauhauhauahua
    Mas eu tinha ficado pensando quem era quem na história e agora meio que entendi. Até que enfim o livro de Wulfric está para chegar porque é um dos mais esperados também, já que ele é tão durão.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    http://www.amigasemulheres.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editoras parceiras

Confesse na Amazon !!!

Romances de Época na Amazon

PageRank