GraffitiMoon

Edição: 1
Editora: Valentina
ISBN: 9788565859226
Ano: 2014
Páginas: 240

Sinopse

Uma aventura emocionante e perigosa como um grafite clandestino. Uma noite de arte e poesia, humor e autodescoberta, expectativa e risco e, quem sabe, amor verdadeiro. Um artista, uma sonhadora, uma noite, um significado. O que mais importa? O ano letivo acabou, aliás, o último ano do ensino médio. Lucy planejou a maneira perfeita de comemorar: essa noite, finalmente, ela encontrará o Sombra, o genial e misterioso grafiteiro, cujo fantástico trabalho se encontra espalhado por toda a cidade. Ele está de spray na mão, escondido em algum lugar, espalhando cor, desenhando pássaros e o azul do céu na noite. E Lucy sabe que um artista como o Sombra é alguém por quem ela pode se apaixonar — se apaixonar de verdade. A última pessoa com quem Lucy quer passar essa noite é o Ed, o cara que ela tem tentado evitar desde que deu um soco no nariz dele no encontro mais estranho de sua vida. Mas quando Ed conta para Lucy que sabe onde achar o Sombra, os dois de repente se juntam numa busca frenética aos lugares onde sua arte, repleta de tristeza e fuga, reverbera nos muros da cidade. Mas Lucy não consegue ver o que está bem diante dos seus olhos.

Página no Skoob

Adquira o seu

 

Impressões

Em seu primeiro romance Cath nos leva a mundo da arte ,da descoberta do amor,da vida louca e a aventura de  amadurecer.Em Graffiti Moon os personagens  Lucy,Jazz e Daisy,acabaram de se formar no ensino médio ,e para comemorar essa transição ,elas resolvem festejar em grande estilo,já que cada uma irá cursar uma faculdade diferente.

Lucy é apaixonada por artes,vem de uma familia que sempre  a incentivou e fica maravilhada  por qualquer manifestação envolvendo artes,nutrindo uma paixão pelo Sombra,que em qualquer superfície ele desenha seus grafites ,ela esta doida para conhecê-lo.

Quase sempre, quando observo os trabalhos do Sombra e do Poeta,vejo algo diferente do que as palavras me dizem.É disso que gosto na arte,o que você vê às vezes diz mais sobre que você é do que sobre o que esta na parede.Olho pra o grafite e penso que todo mundo guarda algum segredo,algo adormecido ,como esse pássaro amarelo.”

Lucy não fica muito satisfeita quando as amigas resolvem ir para uma festa para encontrar o namorado da Daisy,Dylan,e seus amigos Ed e Leo,devido a um encontro traumático com Ed. Ela resolve então passar a noite procurando o Sombra e Ed a ajuda procurá-lo.Lucy nem se dá conta do que vai acontecer ao fazer isso ,pois os dois sempre tiveram uma paixão escondida um pelo outro, sem saberem se eram correspondidos,duas almas que se encontram com defeitos, dúvidas e principalmente com esperanças de uma vida melhor.

Você está se sentindo garboso,então sossegue.Não vá querer mais.Aproveite  o passeio com ela .Divirta-se mostrando a ela suas pinturas e ouvindo o que ela acha.Alegre-se em dizer adeus antes de ir roubar a escola.Esse último pensamento me tira um pouco o garbo.O rosto do Bert flutua na minha mente,me diz que ladrões não merecem ser garbosos. “

Gostei muito da narrativa ,leve,porém profunda,intercalando a narrativa entre  entre Lucy e Ed. Seus diálogos são complexos demais para dois adolescente ,a maturidade deles  perante a vida me impressionou muito,seus monólogos interiores ,são partes muito importantes do livro,mostrando seus pensamentos ,incertezas e dúvidas pertinentes a idade, os grafites visto pela ótica dos personagens são idênticos,eles se completam.

 Cath nos contou com uma narrativa fácil,leve sobre o  despertar de dois jovens para a aventura que é viver,conseguimos identificar o crescimento dos personagens ,seus medos ,seus erros,suas inseguranças e anseios,um aspecto que não posso deixar de notar é a exclusão social  do jovem que precisa parar de estudar por ter um problema que ao meu ver parece dislalia, e tem vergonha disso e para trabalhar pede a  ajudar de sua mãe.

É o sol .Uma bola de vidro incandescente dominando a noite.Ele não assinou.Mas eu sei que ele é.Sei quem sou.Não sei muito bem quem somos juntos,ainda. Ed pega lata de spray e pinta um pequeno pássaro amarelo.Não  como aquele pássaro adormecido,de barriga para o céu.Esse está acordado.”

Resenha em parceria com

valentina

Eliane Teixeira height=

Quem Escreve

Eliane Teixeira 56 anos,formada em Pedagogia e cursando Letras,devoradora de livros desde novinha,mãe e avó em tempo integral.

 

assinatura.fw

2 respostas a [Resenha]Graffiti Moon de Cath Crowley

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editoras parceiras

Mr. Romance na Amazon !!!

Romances de Época na Amazon

PageRank