Back to top

[Resenha] Fingindo de Cora Comack !!!

fingindo

Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581636665
Ano: 2015
Páginas: 336
Tradutor: Ana Death Duarte

Sinopse

Por quanto tempo você consegue prender alguém?

Meu nome é Cade Winston. Aluno de mestrado em belas-artes, voluntário, abraçador de mães e seu namorado pelas próximas vinte e quatro horas. Prazer em conhecê-la.

Com seus cabelos coloridos, tatuagens e um namorado que combina com tudo isso, Max tem exatamente o estilo que seus pais mais desprezam… E eles nem sonham que a filha vive assim.
Ela fica em apuros quando seus pais a visitam na faculdade e exigem conhecer o futuro genro. A solução que Max encontra para não ser desmascarada é pedir para um desconhecido se passar por seu namorado.

Para Cade, a proposta veio em boa hora: é a chance que ele esperava para acabar com a sua fama de bom moço, que até hoje só serviu para atrapalhar sua vida.
Um faz de conta com data marcada para terminar… E um casal por quem a gente vai adorar torcer. Fingindo vai seduzir você.

Adicione a sua estante no Skoob

Adquira o seu

 

 

Impressões

 

Fingindo foi escrito por Cora Cormack, este é o segundo livro da série publicado pela Editora Novo Conceito com 329 páginas.O primeiro livro,Prendendo-me aborda a história de Bliss e Carrigick,um romance leve e engraçado em que Cada parte de um triangulo amoroso,no segundo,  autora nos conta o encontro ,não muito casual, entre Max e Cade e a paixão que irá crescer durante o desenvolvimento da trama.

 

“Ela se sentou na cadeira ao meu lado e eu pude sentir o perfume dela….algo feminino e oce e que combinava perfeitamente com a pele tatuada .”

 

Cade é um menino de ouro,educado,lindo o cara que faz tudo certinho.Cursando o Mestrado em Belas -Artes,além disso é voluntario ,ajuda crianças carentes ,encantador,tudo que uma mãe deseja para um genro.Mesmo assim duranta a leitura podemos perceber suas inseguranças ,medo de se intregar e perder sua amada e deixá-la partir como aconteceu com Bliss e de ser sempre a segunda opção.

Max é o oposto dele,ela é musicista,corre sempre com a intenção de atingir seus objetivos,mesmo sendo criticada por seus pais,que não aprovam a carreira escolhida,mas quando está no palco sua tranformação é impressionante,sua voz de anjo transmite realmente o que existe dentro dela,uma menina perdida que teve a adolescencia modificada para agradar seus pais;seu namorado não se importa com ela,e a forma dela se expressar é através da música,colocando para fora toda a sua dor, porém quando a nusica termina ela volta a ser uma menina dura e despreocupada.

Cade e Max são totalmente diferentes apenas no exterior,mas internamente são completamentes iguais,com sentimentos à flor da pele,inseguranças e princialmente medo em demonstrar seus sentimentos.O livro todo é uma provocação entre eles,tornando mais fácil e divertido o relacionamento,a atração e o desejo entre eles se torna palpável,mesmo assim eles vivem um namoro fictício.

 

“Isso havia parecido algo inofensivoantes_ uma atração inocente.Eu pensei que aquilo me faria esquecer a  Bliss,e deu certo.Pesei naquilo como u encontro em segurança porque nós dois sabíamos que não iria a lugar algum.

Enterteanto,eu já não tinha mais certeza quanto a isso.Bem,talvez minha mente tivesse,mas o resto do meu corpo,não.Qualquer encontro entre nós dois agora não seria inofenciso e com toda a certeza do mundo não seria nada simples.”

O livro é surpreendente ,a narrativa e intercalada entre Max e Cade,nos dá uma visão completa dos setimentos dos personagens e da história.A escrita de Cora é gostosa,bem detalhada,mesmo com um pouco de drama a história é engraçada e com ares de romantismo,eles são fofos  e lindos com peculiaridades individuais marcantes que se completam quando estão juntos.

Adorei o livro,os personagense vale muito a pena ler e se perder nesta linda história.

 

“Olhei Cade nos olhos.De várias formas essa canção falava de nossa situação também.Passaram-se três meses,e nós invadimos completamente a vida um do outro.Juntar-me a ele com uma musica sobre perda ma obrigou a conter as lágrimas.Eu estava correndo o perigo de dizer todas aquelas coisas bregas sobre metades da laranja e almas gêmeas das quais sempre rira nos filmes.”

 

Livro gentilmente cedido para resenha por
novo conceito
Eliane Teixeira height=

Quem Escreve

Eliane Teixeira 56 anos,formada em Pedagogia e cursando Letras,devoradora de livros desde novinha,mãe e avó em tempo integral.

 

 

assinatura.fw

Comentários

  1. Olha eu sinceramente não tive muito interesse em ler essa série, mas uma das minhas colaboradoras leu o livro e curtiu. Mas eu nào sei se compraria para ler não. Mas mesmo assim quem sabe eu ainda venha dar uma chance para estória, até porque em se tratando de romance VALE A PENA. Mas mais pra frente, porque agora estou passando por uma fase que estou precisando de leituras bemmmm leves sabe?

    Enfim…

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/09/resenha-fragmentados.html

    Reply
  2. Me pareceu aqueles livros bem gostosinhos de se ler, que a história e os personagens te conquistam. Gosto quando os personagens vão se revezando como narrador, podemos assim ter uma visão geral da história.
    Beijo

    Reply
  3. Adorei a sua resenha, esse é um livro que está na minha lista de desejados ha algum tempo, quero muito ler ele pois todos dizem que a leitura é bem prazerosa e divertida, e isso me agrada muito.
    Outro recurso que gostei de saber é que possi narrativa intercalada, amo isso

    Reply
  4. Ola Eliane o que me chama atenção nesse livro é a inversão do que vemos normalmente , o bad boy com a mocinha toda certinha, aqui temos o contrários por isso estou bem curiosa com esse livro, sua resenha ressaltando os pontos positivos me deixou louca para ler o livro. Fico feliz que tenha gostado da leitura. beijos

    Joyce
    http://www.livrosencantos.com

    Reply
  5. Eu queria saber se Fingindo tem alguma ligação na própria história com Prendendo-me. Ou se são duas histórias diferentes que só fazem parte da mesma saga. Porque me interessei por Fingindo, mas não tive muito interesse por Prendendo-me.

    Reply
  6. Esse não é nem um pouco o estilo de livro que me chama a atenção, mas acho que daria uma chance a ele, depois de ler sua resenha! Parece ser o tipo de livro leve, mas que não é bobinho. Espero que os personagens não sejam irritantes! Obrigada pela dica! 🙂

    Reply
  7. Esse não é nem um pouco o tipo de livro que me chama a atenção, mas acho que daria uma chance a ele, depois de ler sua resenha. Parece uma leitura leve, mas não bobinha, então há chances de eu realmente gostar! Obrigada pela dica! 🙂

    Reply
  8. Olá!

    Achei sua resenha bem legal, só que achei a descrição do Cade bem clichê na sinopse, então não sei se leria, posso estar muito errado! Você disse que a escrita da autora é muito boa e que tem uma “pitada´´ de humor, talvez eu dê uma chance…

    Abraços, Heitor Botti
    shakedepalavras.blogspot.com

    Reply
  9. Oi Eliane,
    Eu tive o prazer de ler esse livro no início do ano e amei.
    adorei a maneira que a autora escreveu a história.
    A suavidade da obra, estou ansiosa para ler o próximo da série.
    Adorei a tua resenha.
    beijos

    Reply
  10. eu vi essa série nos lançamentos da editora mas não me chamou a atenção… seria mais uma leitura de passar tempo do que encontrar algo mais profundo, denso nela… então, ultimamente venho evitando esse tipo de livro, já não curto muito romance…
    achei bacana a descrição do visual da personagem, super me identifiquei [tattoos e cabelos coloridos hehehe]

    bjs

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *