Back to top

[Resenha] F*ck Love – Louco Amor de Tarryn Fisher !!!

Edição: 1
Editora: Faro Editorial
ISBN: 9788562409998
Ano: 2017
Páginas: 288

 

 

Helena Conway se apaixonou. Contra sua vontade. Perdidamente. Mas não sem motivo.Kit Isley é o oposto dela desencanado, espontâneo, alguém diferente de todos os homens que conheceu. Ele parece o seu complemento. Poderia ser tão perfeito… se Kit não fosse o namorado da sua melhor amiga. Helena deve desafiar seu coração, fazer a coisa certa e pensar nos outros. Mas ela não o faz… Tentar se afastar da pessoa amada é como tentar se afogar. Você decide fugir da vida, pulando na água, mas vai contra a natureza não buscar o ar. Seu corpo clama por oxigênio sua mente insiste que você precisa de ar. Então você acaba subindo à superfície, arfando, incapaz de negar a si mesma essa necessidade básica de ar. De amor. De desejo ardente. Você pode pensar que já viu histórias parecidas, mas nunca tão genuínas como essa. Tarryn, a escritora apaixonada por personagens reais, heroínas imperfeitas, mais uma vez entrega algo forte, pulsante, que nos faz sofrer mas também nos vicia. Depois dela, todas as outras histórias começam a parecer como contos de fadas. Se você não quer se viciar, não leia a primeira página.

 

Adicione aos seus desejados no Skoob

 

 

Impressões

Este é um dos livros mais difíceis de resenhar dos que li ultimamente, por isso a demora para escrever minhas impressões. Encontrei muitos elementos que me fizeram adorar essa história e não posso negar que fui inexplicavelmente atraída pela trama. No entanto, também encontrei elementos que simplesmente não funcionaram para mim. Definitivamente tenho um relacionamento amor / ódio com esse livro.

Eu não sou uma leitora com preconceitos por triângulos amorosos ou algum tipo de trapaça entre personagens. Na verdade, adoro elementos contraditórios em uma narrativa, ainda mais quando ela prende o leitor com um amor cheio de angústia e sofrimento. Porém, existem alguns limites que eu não gosto de ultrapassar.

Helena Conway é uma jovem de vinte e poucos anos, no início da verdadeira idade adulta. Ela vem de uma família amorosa e solidária, uma mulher extrovertida, carinhosa com seus amigos, e está firme no caminho que pensou ser aquele que sempre quis. Mas um sonho muda tudo. Neste sonho, ela se vê dez anos mais velha, em uma casa que não reconhece, em uma parte do país que nunca visitou e mãe de dois bebês lindos, é apaixonada por um homem que conhece muito bem, mas quem nunca foi seu. O homem em seu sonho é o namorado de sua melhor amiga.

Então, este único sonho, esse vislumbre da verdadeira felicidade que Helena nunca soube que queria, muda completamente sua visão sobre a vida. Ela começa a questionar sua escolha de carreira, seus amigos, sua maneira de ser e assim se convence de que está apaixonada pelo namorado de sua amiga, Kit.

Naturalmente Della, a melhor amiga, percebe rapidamente o crescente interesse entre Helena e Kit, e essa amizade sofre uma ruptura irreparável. Helena se afasta, reorganiza toda a sua vida para encontrar uma pequena parcela de felicidade em outro lugar já que não pode ter quem ela realmente quer, mas todas as suas escolhas são tomadas pensando em sua obsessão por Kit e a vida que sonhou ter com ele. E mesmo que seu coração finalmente consiga o que mais deseja de forma momentânea, não é uma história de amor tipo “corações e flores”, pode ser apimentada e intensa, mas ainda assim fugaz. Cada momento de felicidade é contrabalançado por um ato de sacrifício emocional, cada pequena vitória chega com um preço, e quanto mais permanecia na mente da protagonista, mais percebia que ela nunca seria realmente feliz com o que desejava.

Helena era o tipo de personagem com a qual você poderia facilmente conhecer, ela é muito humana e consequentemente, falha. Dominada por inseguranças e sempre indo de um extremo a outro em suas decisões e emoções. Mesmo que eu não concordasse com muitas de suas escolhas, mesmo pensando que algumas eram assustadoras e até mesmo patéticas, quem se muda para o outro lado do país para viver na cidade natal do namorado da sua melhor amiga porque ele não pode ser seu? – Eu até queria que as coisas dessem certo para ela ao menos uma vez, pois, ela é aquele amigo que só faz merda e você não tem mais como ajudá-lo.

Kit e Della, um casal sem química e que não conquistam o leitor em nenhum aspecto. Della é egoísta, perversa e manipuladora e não havia nada na personagem para redimi-la. Acho que foi escolha da autora fazer a personagem “traída” tão impossível de amar, fica muito mais fácil para o leitor apoiar Helena desse jeito, porém as duas eram amigas e Helena conhecia a personalidade tóxica de sua amiga, o que isso diz sobre ela?

Kit, por outro lado, provocou uma série de emoções conflitantes em mim. Às vezes eu o amava, em outros momentos eu o achava um covarde e indigno de Helena. Ele nunca parecia estar tão comprometido quanto ela, nunca cuidava dela como o inverso era feito e eu o odiava por isso.

No que diz respeito à angústia, este livro é recheado deste sentimento! Se você gosta de histórias que trazem alguma dor emocional, não procure mais. Eu senti como se estivesse passeando entre diferentes níveis de mágoa e alegria durante toda a leitura. Definitivamente a autora brincou com minhas emoções e me fez sentir coisas com as quais eu não tinha certeza de que estava pronta para encarar.

Com tudo o que foi dito, ainda não consigo classificar claramente esse livro. Adorei a história, apesar de todas as minhas objeções. Tarryn Fisher tem uma maneira de me atrair profundamente para suas histórias, mesmo quando minha razão está fazendo inúmeras objeções, meu coração quer ainda mais!

 

 

 

 

 

Bianca Benitez height=

Quem Escreve

Bianca Benitez 39 anos,técnica de enfermagem,militar,mãe e faz malabarismo para ler no intervalo disso tudo.Apaixonada por Outlander,Romances de época e históricos,Young Adult , Literatura erótica, e chick Lit.

 

 

 

 

Comentários

  1. Oi Bianca
    Nenhum resenha lida fez com que eu me identificasse tanto qt a sua. Realmente a gente fica c um misto de sentimentos né?! Dá um nó na cabeça kkkkkkkkk
    Esses sentimentos foram compartilhados por mim tb

    Bjooos

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *