dezcoisasqueaprendisobreoamor

 

Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581637778
Ano: 2015
Páginas: 256
Tradutor: Paulo Polzonoff Junior

Sinopse

Dez coisas que aprendi sobre o amor – Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?

Adicione a sua estante no Skoob

 

Impressões

Recebi a prova desse livro e após ter terminado a leitura fiquei imensamente feliz por isso ter acontecido, a forma com que a autora nos mostra a sua visão do amor, de família, do querer, a forma como um homem mesmo não tendo nada, tem dentro de si tanto amor e esperança que fazem com que ele tenta muito e isso o sustente mesmo nas piores adversidades.

Alice sempre se sentiu uma estranha em sua família, ela sabia que alguma coisa estava errada, mas ninguém nunca admitiu isso para ela, ela também se sentia culpada pela morte da mãe, e por causa disso tudo ela precisa estar sempre fugindo, sempre viajando, nunca parando em lugar nenhum por muito tempo, mas agora seu pai está doente e ela precisa voltar, mas são tantas dúvidas e ressentimentos que isso tona a volta dela muito difícil, todo esse sofrimento a faz se sentir completamente estranha em sua casa, uma intrusa, em meio a esse caos interior ela precisa aprender a lidar com o pior e tentar pelo menos por um tempo se aproximar de sua única família.

Enquanto ela lida com a perda e com seus sentimentos conturbados, com a casa e a reforma dela, ela começa a receber presentinhos, que são colocados no muro da sua casa, Alice não entende o que são, ou de quem eles vêm, mas se sente atraída por ele, por mais que às vezes eles não passem de um punhado de lixo.

Daniel é um homem que perdeu tudo na vida, o pai, a mãe, a mulher que amava e a filha que nunca chegou a conhecer e que não sabe quem ele é, mas o seu amor por ela e a esperança em reencontra-la é o que o impulsiona a continuar vivendo, ele procura por ela do jeito que pode e vai vivendo em função disso. Ele não tem casa,ou dinheiro,mora na rua ou fica em abrigos,mas nada disso importa,a única coisa importante para ele é encontrar sua filha e se identificar para ela,mas ele também tem medo da rejeição,mas não vai deixar sua única chance passar.

Eu demorei a me envolver com a leitura, mas quando isso acontece é mágico, os personagens são tão críveis e transbordam suas emoções pelas páginas, chorei e me emocionei e chorei em diversos trechos, é quase impossível isso não acontecer, pois somos atraídos profundamente para dentro deles e compartilhamos de todos os seus sentimentos, angústias e esperanças.

O livro é recheado de sentimentos, mas no meio disso tudo, temos descrições de vários locais em Londres e acabamos viajando um pouquinho com o Daniel e Alice por esse cenário maravilhoso, eu consegui visualizar alguns pontos turísticos e adorei esse passeio com eles.

Dez coisas que aprendi sobre o amor é muito bem escrito e não tem um final óbvio, somos impulsionados a refletir sobre o que realmente importa e conseguimos enxergar as várias formas de amar, e como todas elas são importantes, o perdão também é importante na trama, não só o perdão aos outros, mas a nos perdoarmos por nossas escolhas,enfim,esse não é um livro para se divertir,apesar de também cumprir esse papel,mas uma história para vivenciar e refletir e acabar a leitura muito mais forte do que quando começou.

 

Prova gentilmente cedido por

novo conceito

 

 

 

 

 

Bianca Benitez height=

Quem Escreve

Bianca Benitez 37 anos,técnica de enfermagem,cursando Letras,mãe e faz malabarismo para ler no intervalo disso tudo.Apaixonada por literatura erótica,históricos e chick Lit.

 

assinatura.fw

17 respostas a [Resenha] Dez Coisas que Aprendi sobre o Amor de Sarah Butler !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editoras parceiras

Romance Histórico na Amazon
PageRank