talvez um dia

 

 

Edição: 1
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501050311
Ano: 2016
Páginas: 368

Sinopse

Um dos livros mais comentados de 2015, nos Estados Unidos, este é mais um sucesso arrebatador de Colleen Hoover, autora das séries Slammed e Hopeless.

Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento… Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

Adicione aos seus desejados no Skoob

Adquira o seu: Amazon 

 

 

 

 

Impressões da Rami

A vida podia ir muito bem, obrigado, mas ela não colabora. Numa noite que tinha tudo para ser feliz e cheia de alegria, Sydney descobre que o namorado a traia com sua melhor amiga e companheira de apê. Sem parentes que a apoiava por perto, ela seria uma sem teto, se não fosse pelo sexy tocador de violão e vizinho de janela ao lado. Sem ter onde morar, Sydney fica no apê dele, com mais duas pessoas pra lá de doidas, e a vida entre esses dois não podia ficar mais complicada.

É, não basta está de favor na casa de outro, uma química surtante entre Sydney e Ridge se desenvolve, mas Ridge tem uma namorada, porque a vida não vai nada bem, obrigado… Sim, a namorada de Ridge não é megera!! Ela é maravilhosa, uma pessoa pra ser amiga dos meus círculos íntimos… Pode ficar mais complicado?

CLARO QUE PODE, porque a vida não é boa! Mas a vida pode te dar “Something Good” as vezes.

Ridge tem um dom incrível para escrever músicas, e Sydney, para letras. E os dois se juntam para compor novas músicas para uma banda, e trabalhando juntos, a química, o desejo ou do que você quiser chamar vai aflorando. Mas Sydney não vai se transformar na melhor amiga, né? Mas enquanto compõem “verdades são escritas”, mas nunca ditas.

MEU TOP 5 DA COLLEEN sem dúvida, sem pensar muito…

A história passa beeeeeem longe dos clichês e te gruda de uma forma que pra largar só depois de lido completamente. Os personagens são bem construídos e completamente humanos. Confesso que dos boys criados pela Hoover, Ridge foi o que eu não cair de amores 100% ao final do livro (cai só 99% hehehehe) justamente pela sua humanidade em não resolver as coisas logo.

Agora a coisa mais positiva desse livro foi a mistura de música + livro. Minhas duas maiores paixões em um. Colleen fez uma parceria com Griffin Peterson e as músicas criadas por Ridge e Sydney na ficção literária, tornou-se realidade e podemos ouvi-las, cair de amores e a cada vez que as escutar lembrar do contexto, do enredo e sim, vai bater aquela vontade de reler (depois de Ugly Love foi o livro da Colleen que eu mais reli, sem contar as músicas num looping infinito no repeat do meu celular).

Talvez Um Dia são praqueles, que como eu, são apaixonados por música e livros. O melhor dos dois mundos em um só.  Sou apaixonada pela escrita da Colleen, como metade do mundo sabe, mas não é por isso que digo tão bem desse livro. Cada livro da Colleen me ensina algo novo, algo incrível e uma lição de vida. Talvez Um Dia não é diferente.

Há uma coisa nesse livro que me fez refletir sobre nossas dificuldades e em como desistimos fácil demais no primeiro obstáculo.  Que nós nunca seremos o que queremos ser com base nos outros, mas sim se formos atrás. Claro, que haverá aquelas que nos apoiará, mas se não dermos o primeiro passo e tomarmos rédea de nossas vidas, nunca poderemos alcançar nosso verdadeiro potencial e nossos sonhos.

Portanto, vá ler o livro logo e não “Talvez Um Dia”, pois se não for ler agora  vai começar a cantar:

Whoa, ooh, I’m in trouble, trouble
Whoa, ooh, I’m in trouble now
Whoa, ooh, I’m in trouble, trouble
Whoa, ooh, I’m in trouble now

 

PS: As músicas estão liberadas para ouvir em http://www.maybesomedaysoundtrack.com/, mas recomendo ouvi-las durante a leitura conforme vão aparecendo na história.

PS: Não sei se foi por causa da música, mas meu Ridge sempre será o Griffin.

 

 

Rami

 

 

Desde pequena devoradora de tudo que combine as 26 letras do alfabeto, cursando Letras , e no meio disso tudo, ama aprender novas línguas, apaixonada por dormir e cultura coreana.

 

 

 

 

assinatura.fw

9 respostas a [Resenha da Rami] Talvez Um Dia de Colleen Hoover !!!

  • Paula Juliana disse:

    Ai, li esse bonito antes de ser lançado aqui, e me apaixonei completamente, baixei músicas também, cantei, me envolvi loucamente! Essa autora tem esse dom! Vale muito a leitura! Beijos

  • Francine Porfirio disse:

    Oi, flor!
    Confesso que me surpreendi com sua resenha. Quando vi que o namorado da protagonista a traía com a melhor amiga dela, xiiii, já julguei ser clichê. Então, fui lendo sua opinião e percebi que a história traz muito mais do que isso. Já curti quando você disse, justamente, passar beeem longe dos clichês (rs). Acredita que ainda não li nada dessa autora? Quem sabe seja uma boa começar por esse livro? Hm, anotei a dica!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.com.br

  • Olá!
    Você acredita que ainda não li nada da escritora?
    Sei que sou louca, mas não tive tempo apesar de ter 3 livros dela.
    Pela sua resenha fiquei super curiosa para ler esse livro pois amo música e livros. Sei que é uma combinação maravilhosa.
    Amei a sua resenha e vou fazer uma força para conhecer Ridge e Sydney.
    Beijinhos!

  • Lilian Farias disse:

    Descobrir que o namorado está tendo um caso com a melhor amiga não deve ser fácil. Essa parte do vizinho tocador e violão foi o que me pareceu o diferencial no livro. Eu concordo com você, precisamos tomar as rédeas de nossas vidas. Nem sempre aparecerão apoiadores, só quem nos puxe para baixo, mas não significa desistir.

  • Oie, amei a história, só por ter música no meio e composições já quero! Nunca li nada da Colleen, mas tenho muita vontade, quem sabe Talvez Um Dia seja o primeiro. Amei a capa também. E espero que Sydney não tenha se transformado em uma traidora, rs.
    Beijos

  • Tamara Padilha disse:

    Oie! Uau, primeira resenha que vejo desse livro. A princípio ele não me chamaria atenção, mas quando você falou que passa muito longe do clichê já mudei de ideia e fiquei interessada. Achei muito bacana as músicas do livro terem ido para a vida real, vou ouvi-las quando estiver lendo com toda certeza, isso sempre dá um toque especial para a trama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editoras parceiras

Mr. Romance na Amazon !!!

Romances de Época na Amazon

PageRank