Edição: 1
Editora: Globo Alt
ISBN: 9788525062079
Ano: 2016
Páginas: 296

Sinopse

Bernardo é jornalista por vocação: curioso, comprometido e muito bom com as palavras. Trabalha há anos em um importante jornal da cidade e suas matérias investigativas são sempre elogiadas. Ele só tem uma limitação… Odeia trabalhar em equipe. Há alguns anos, Bernardo sofreu com uma grande decepção amorosa, o que contribuiu para o seu jeito fechado e antipático. Por isso a incumbência de levar Rafaela – a nova estagiária do jornal – para todos os lugares é como o inferno para ele. Bernardo não perde nenhuma oportunidade de evitá-la, mas Rafa, além de ser uma jornalista extremamente talentosa, não engole desaforo. Com o passar dos dias, Bernardo percebe que não conseguirá seguir seu plano de ignorar a estagiária, muito menos todos os sentimentos que ela desperta nele. Entre reportagens intrigantes e perigosas, eles vão descobrir que têm muito mais em comum do que a imensa paixão pelo jornalismo…

Adicione aos seus desejados no Skoob

Impressões da Rami 

Talvez porque não fui esperando um quê exclusivo que eu amei esse clichê dos bão. Mesmo sabendo mais ou menos o contexto da história, já que se tratava de um POV do protagonista de Azul da Cor do Mar, A Menina dos Olhos Molhados fez jus a um enredo muito bem escrito por sinal, bem desenvolvido e um clichê de deixar qualquer um bobinho (no bom sentido).

Dessa vez temos os acontecimentos da história de amor entre Bernardo e Rafaela narrados pelos Bê. Um jornalista investigativo que não soube investigar muito bem seus próprios sentimentos, apaixonado pelo trabalho e com uma vida interessantíssima.

Nesse livro a paixão pelo jornalismo é mais nítida. O amor pela profissão é palpável quase. Ler o livro é aprender um pouquinho sobre essa profissão e se encantar com ela (por um lado, noutro eu prefiro o aconchego do meu lar hehehe). O Bê é um moço bem maduro, que sabe o que quer e aonde quer chegar até que uma menina, de olhos que só viu uma vez na vida, bagunça todo seu planejamento, algo que ele odeia, mas já está acostumado.

É muito interessante notar e se reapaixonar pela Rafa e seu estrambelhamento (me simpatizei mais com ela) pelos olhos do Bê e é como se não tivéssemos curtindo tanto o outro livro, contado pelo ponto de vista dela.

Agora o ponto chave do livro, foi que a paixão de ambos vai nascendo lentamente. De um relacionamento gato e rato, sendo obrigado a ser babá de estagiária e ela a acompanhar o babá, o convívio vai os aproximando e assim vai nascendo os sentimentos, tornando eles mais reais e plausíveis.

Outro ponto chave desse livro é a questão do jornalismo e em como buscar os dois lados da história. Confesso que marquei umas páginas com post it, quase todas relacionados às tramas jornalísticas que serviram de fundo a história principal, mas que teve seu peso para crescimento e amadurecimento dos protagonistas.

Ver a relação mais profunda do Bê com sua família, seus colegas de trabalho e se aprofundar daquela tragédia confessada no final de Azul da Cor do Mar compensam “reler” a história e quase mataram a saudade da família e amigos de Rafa.

Pra quem quer aquele clichê básico de casal gato e rato, que nas obrigações do dia a dia que os aproxima e faz nascer sentimentos pelo outro, A Garota dos Olhos Molhados é perfeito. Um clichê que a gente não cansa de ler e fica orgulhoso quando o clichê é bem construído e escrito. E nisso Marina Carvalho não decepcionou, pelo contrário, fiquei com gostinho de quero mais um tempo com o Bê e a Rafa.

 

PS: Devo deixar aqui um comentário sobre a diagramação e a capa. Que capa é essa, meu Deus?! Ela é linda e maravilhosa e sem adjetivos que façam jus ao capricho e boniteza. Confesso que foi a que votei na opção quando a editora lançou a escolha para os leitores, mas vê-la ao vivo é mil vezes melhor. A parte interna também faz jus à capa… Pelo conjunto completo, A Menina Dos Olhos Molhados se tornou um dos meus favoritos da Marina.

 

 

Desde pequena devoradora de tudo que combine as 26 letras do alfabeto, cursando Letras , e no meio disso tudo, ama aprender novas línguas, apaixonada por dormir e cultura coreana.

 

 

 

 

 

 

 

 

2 respostas a [Resenha da Rami] A Menina dos Olhos Molhados de Marina Carvalho !!!

  • Miaka Freitas disse:

    Super me identifiquei (na sinopse) com o Bernado, também não suporto trabalhar em equipe (e muita das vezes tenho azar de pegar sempre um inútil no meio).
    Achei interessante isso de um livro e o outro serem a “mesma história” em pontos de vista diferentes. Fiquei super interessada em ler.
    Eu não conhecia o termo POV, foi uma descoberta também hahahaha. Eu amei logo pela capa, nossa, mesmo se o livro fosse ruim, ainda sim queria por ter uma capa bem bonita para por na estante (risos). Acho que a Globo Alt tem sempre uma ótima qualidade gráfica em seus produtos.

    Fiquei curiosíssima para ler, acho que vou logo colocar na wishlist.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editoras parceiras

Confesse na Amazon !!!

Romances de Época na Amazon

PageRank