Back to top

[Resenha da Rami ] A Conquista de Elle kennedy !!!

Série Amores Improváveis #4

 

Edição: 1
Editora: Paralela
ISBN: 8584390669
Ano: 2017
Páginas: 336

 

De todos os jogadores do time de Hóquei da universidade de Briar, John Tucker se destaca por ser o mais sensato, gentil e amável. Diferente de seus amigos mulherengos, ele sonha mesmo é com uma vida tranquila- esposa, filhos e, quem sabe um dia, abrir um negócio próprio. Mas nem mesmo o cara mais calmo do mundo estaria preparado para o turbilhão de emoções que ele está prestes a enfrentar. Sabrina James é a pessoa mais ambiciosa, dedicada e batalhadora do campus. Seu jeito sério e objetivo é interpretado por muitos como frieza, mas ela não está nem aí para sua fama de antipática. Tudo o que ela quer é passar em Harvard, tirar ótimas notas e conquistar a tão sonhada carreira como advogada. Só assim ela conseguirá escapar de seu passado difícil e de sua família terrível. Um acontecimento inesperado vai desses jovens de cabeça para baixo. Tucker e Sabrina vão precisar se unir e rever seus planos para o futuro. Juntos, eles aprenderão que a vida é cheia de surpresas, e que o amor é a maior conquista de todas.

Adicione aos seus desejados no Skoob

 

 

Impressões da Rami

Tucker foi o que mais chamou atenção de vários. Ele estava sempre na dele. Não ligava para as zoações dos amigos, mais tranquilo, mais mãe e aparentava querer alguém.

Aí temos uma bomba no final do terceiro livro?

Agora Tucker e Sabrina precisam trabalhar juntos para fazer o relacionamento dos dois funcionar. Mas como, se Sabrina tem aversão a relacionamentos e cursar Direito em Harvard é seu sonho?

Aqui nessa história, vemos os papéis invertidos no geral. Tucker é o que anseia por um relacionamento, inclusive seus planos era sair pelo menos noivo da faculdade, mas todos os seus relacionamentos não foram para frente. Já Sabrina quer uma noite de sexo casual com atletas, pois “eles sabem como usar seus corpos musculosos”, e não quer saber de relacionamento nenhum.

Mas quando Tuck bate os olhos em Sabrina, e passa uma noite casual, ele sabe que não está preparado para apenas uma noite. Então vemos Tuck lutar pelo que quer: conquistar Sabrina.

Mesmo com o gancho no livro anterior, conhecemos a história que levou Sabrina e Tuck ao ponto culminante e é também a partir desse ponto, que vemos um Tuck mais disposto a conquistar aquilo que ele quer.

O melhor ponto positivo nesse livro é justamente Tuck (sorry, humanas, mas eu amo um good boy). Ele sabe ser respeitoso, amoroso é um gentleman como só os livros criam e em todo tempo, ele não pressiona Sabrina e nem a escola que ela tem que fazer, pelo contrário. Todo tempo ele apoia, todo tempo ele mostra a ela que ele vai respeitar o espaço dela e as decisões dela, principalmente naquela que pode mudar a vida de ambos. E como eu queria que os homens soubessem respeitar as mulheres na vida real e soubessem o quanto a vida da mulher muda se ela optar por uma vida ou não. Mas a realidade é bem diferente e enquanto não ocorre essa conscientização, veremos clínicas abortivas clandestinas, mulheres sendo mães solteiras e julgadas pela sociedade.

Tuck foi o que mais me chamou a atenção desde o avental rosa e a comida sendo feita em O Acordo. Mas mesmo que ao fim Dean tenha se tornado meu favorito dos prostitutos da Briar e da série, Tuck tem sua história contada e amada por nós. Não foi o melhor jeito de terminar uma série (acredito que muitos esperavam muito mais dessa história, que foi simples, mas linda), mas foi um ótimo jeito de terminamos Conquistadas por Tuck, Garrett, Logan e Dean, nessa série de Amores Improváveis que me fez surtar e saber mais uma vez que eu tenho Amores Improváveis por vários (muiiitos mesmo) boys literários.

O conselho é se jogar nessA Conquista chamada Tuck e Sabrina, nesse último livro da série que arrancou suspiros e deixou com gostinho (põe gostinho nisso) de quero mais.

 

 

Desde pequena devoradora de tudo que combine as 26 letras do alfabeto, cursando Letras , e no meio disso tudo, ama aprender novas línguas, apaixonada por dormir e cultura coreana.

 

 

 

 

 

Comentários

  1. Não sou acostumado a ler esse tipo de livro, mas esse me chamou a atenção pelo fato de como a autora trabalha os personagens e o desenrolar da história. Lerei. Obrigado!

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *