Back to top

[Resenha] Amor para um Escocês de Sarah MacLean !!!

Série Escândalos e Canalhas #2

 

Edição: 1
Editora: Gutenberg
ISBN: 9788582354315
Ano: 2017
Páginas: 302
Tradutor: A. C. Reis

Sinopse

Lillian Hargrove viveu sozinha por anos, reclusa, ansiando por amor e companhia. Desiludida de que todos os seus sonhos pudessem um dia se tornar realidade, a mais bela jovem da Inglaterra se envolve com um artista libertino e mentiroso, que promete amá-la para sempre e implora para que ela pose como sua musa para um escandaloso retrato.

Encantada pelo carinho e pela admiração que recebe dele, Lily aceita a proposta e se entrega de corpo e alma ao homem mais falso de Londres, mas fica exposta para toda a Sociedade, tornando-se motivo de piada e vergonha.

A jovem, entretanto, não esperava que um bruto escocês, recentemente intitulado Duque de Warnick e nomeado seu guardião, atravessasse a fronteira da Inglaterra para impedir que a ruína a alcançasse.
Warnick chega em Londres com um único objetivo: casar sua protegida – que é bonita demais –, transferindo o problema para outra pessoa, e, em seguida, voltar à sua vida tranquila na Escócia, longe daquele lugar odioso que é Londres.

O plano parece perfeito, até Lily declarar que só se casaria por amor, e o duque escocês perceber que, aparentemente, há algo naquele país que ele realmente gosta…

 

Adicione aos seus desejados no Skoob

 

Impressões

Não se deixe enganar pelo cenário histórico deste livro, e muito menos pelo gênero a qual ele pertence, Amor para um Escocês é muito mais do que um romance de época água com açúcar. A humilhação pública a que a protagonista é submetida é dolorosa e muito atual.

Esta história desafia as nossas noções de escândalo e agressões verbais, mas também reavaliamos o valor do perdão e da redenção.

Lilian Hargrove cometeu o erro de se apaixonar por um canalha  dono de um ego gigante e que ainda tem o poder de sedução e persuasão muito fortes, e ele usou todo esse poder em Lily, convencendo-a a posar para um quadro completamente nua, acreditando que essa pintura nunca seria mostrada a ninguém e por acreditar no amor que sentem um pelo outro ela aceita, porém percebe seu erro somente alguns meses depois quando seu nu é anunciado como o destaque da Exposição de Arte Contemporânea da Academia Real. Derek, o homem que ela pensou amar e que iria dividir sua vida com ela a trai da pior forma possível anunciando a pintura com toda a afetação que lhe é característica e a humilhando por seus sentimentos, então nossa protagonista está imediatamente e irrevogavelmente arruinada, se tornando o alvo de comentários maldosos.

Neste momento seu guardião, o distante e desinteressado vigésimo Duque de Warnick, Alec Stuart descobre que tem uma tutelada sob sua responsabilidade e precisa deixar a Escócia para ajudá-la. Warnick chega a Londres com um único objetivo: casar Lily e fazer com que ela se torne o problema de outra pessoa e então retornar para sua vida normal e tranquila na Escócia. É o plano perfeito, até que Lily declara que só se casará por amor… E o escocês descobre que há uma coisa na Inglaterra, que contra todo o seu sentimento desfavorável sobre o país, lhe agrada demais…

Alec é um típico escocês e odeia tudo relacionado à Inglaterra.  Ele é enorme, uma besta grande e musculosa ao mesmo tempo em que se mostra sensível e extremamente marcado pelo modo como foi usado por aristocratas inglesas em seu passado, então ele passou a acreditar que é indigno de uma dama.

A história se desenvolve com os protagonistas tentando lidar um com o outro, com seus passados e com o que sentem . Eles travam incontáveis diálogos e acabam se conhecendo mais do gostariam. O romance sofre com a angústia devido ao escândalo e ao passado de Alec, mas é gostoso acompanhar a amizade entre eles crescer e a partir daí esse sentimento ficar totalmente descontrolado para os dois.  Outro ponto muito positivo é o florescer de muitas amizades e a importância disso para uma pessoa que sempre viveu sozinha, as irmãs Talbot adotam Lily e ela fica encantada em poder contar com pessoas que parecem gostar muito dela.

Sarah MacLean conseguiu tornar Lilian uma personagem cativante apesar de ela afirmar que ama um homem logo no primeiro capítulo e logo depois se apaixonar perdidamente por outro, se a trama tivesse se desenvolvido de outra forma e com menos destreza Lily não teria de modo algum minha simpatia, porém a autora me fez entender as motivações da personagem e ao acompanhar a trama entendemos os motivos de seus sentimentos súbitos e algo contraditórios. As ações da protagonista são coerentes com suas alegações e sua história de vida. Lily viveu quase toda a sua vida sozinha em uma gaiola dourada, desejando amor e companheirismo então é fácil entender a facilidade com que ela cai irrefletidamente no encanto de Derek e faz tudo o que ele lhe pede até que o libertino mentiroso a deixa em desgraça. Por todos esses motivos a personagem me comoveu profundamente.

Entretanto não é somente Lilian que tem problemas com situações humilhantes, Alec tem em seu passado momentos que o marcaram profundamente e que o tornaram o homem reservado e temeroso em relação às mulheres.

O ponto alto do livro é o adorável estilo narrativo da autora. O leitor vai encontrar inúmeros trechos encantadores e que fazem toda a trama valer a pena. Uma história ricamente romântica e com o conjunto perfeito de personagens.

Os temas explorados pela Sarah fazem Amor para um Escocês ser muito relevante para o período em que ele é ambientado, mas também para os dias atuais. A disparidade no julgamento entre homens e mulheres que continua forte nos dias de hoje. Homens podem e devem dormir com quem quer que desejem, enquanto as mulheres são vistas sob uma perspectiva completamente diferente. Além disso, a autora criou uma protagonista que não era uma donzela em perigo. Ela não queria ser resgatada. Em vez disso, ela toma suas decisões e resolve seus próprios problemas, uma mulher com força de caráter e coragem que todo leitor vai admirar.

Um romance que pode até não ser o melhor da autora, porém com toda certeza é uma história incrível, recheada de elementos encantadores e cativantes, com personagens que podem ser classificados da mesma forma.

 

 

Editora Gutenberg

 

 

 

 

 

Bianca Benitez height=

Quem Escreve

Bianca Benitez 38 anos,técnica de enfermagem,mãe e faz malabarismo para ler no intervalo disso tudo.Apaixonada por Outlander,Romances de época e históricos,Young Adult , Literatura Érótica, e chick Lit.

 

 

Comentários

  1. Bia, eu quero ler muito esse livro, mas nunca encontro tempo, eu gostei muito do enredo que é chocante, fiquei morrendo de pena da personagem. Se hoje em dia é complicado, imagine naquela época cheia de etiquetas e bons costumes. Bjkas

    Reply
  2. Olá!
    Eu estou super curiosa com essa série. Achei muito legal você enfatizar que a obra é muito mais do que um romance de época. Ainda não tive a oportunidade de conhecer a escrita da autora, mas tenho certeza que irei amar. Dica super anotada!
    Beijos.

    Reply
  3. Oi, Bianca!
    Eu adorei a proposta do livro, e suas impressões reforçaram a vontade que fiquei de lê-lo.
    Eu nunca li nada da autora, sabe? Minha colaboradora adora ela, mas eu ainda não tive uma oportunidade.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos

    Reply
  4. Olá,
    Gosto muito de romances de época, mas ainda não tive nenhum contato com a escrita da Sarah.
    Fico muito feliz em saber que ele não se resume a um simples romance água com açúcar, mas que nos faz refletir sobre algumas situações bem delicadas.
    Tive a impressão de que Lilian é bem volúvel quanto aos seus sentimentos, mas como você disse a autora trabalha muito bem isso tornando-a ainda assim cativante.

    LEITURA DESCONTROLADA

    Reply
  5. Primeiramente, que capa linda! Fiquei encantada. Agora partindo para a história, só pela sua resenha pude perceber que ela é realmente maravilhosa. Ainda não conheço a autora, mas mal posso esperar para ler essa obra ♥ Amei sua resenha. Beijos

    Reply
  6. Oi Bianca, personagens fortes e determinadas já tem se tornado uma característica comum em romance de épocas, nao é mesmo?! Isso é um fato curioso porque contrasta muito com a realidade da época em que essas histórias sao ambientadas. Amor para um escosses traz reflexões bem interessantes pelo que você falou, e algumas delas são mesmo bem atuais. Fiquei curiosa por realizar a leitura.
    Beijos

    Reply
  7. Olá!
    Em primeiro lugar, parabéns pela resenha!
    Ainda não li nada da autora, mas tenho muita curiosidade de conhecer sua escrita.
    Pelo que pude ler na sua resenha, realmente a história é muito mais do que parece. Fiquei curiosa para conhecer os protagonistas e saber como eles irão lidar com as situações.
    Espero ler em breve.
    Beijos.

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *