Edição: 1
Editora: Globo Alt
ISBN: 8525062405
Ano: 2017
Páginas: 272
Tradutor: Luisa

Sinopse

Grace Town é esquisita. E não é apenas por suas roupas masculinas, seu desleixo e a bengala que usa para andar. Ela também age de modo estranho: não quer se enturmar com ninguém e faz perguntas nada comuns.

Mas, por algum motivo inexplicável, Henry Page gosta muito dela. E cada vez mais ele quer estar por perto e viver esse sentimento que não sabe definir. Só que quanto mais próximos eles ficam, mais os segredos de Grace parecem obscuros.

Mesmo que pareça um romance fadado ao fracasso, Henry insiste em mergulhar nesse universo misterioso, do qual nunca poderia sair o mesmo. Com o tempo, fica claro para ele que o amor é uma grande confusão, mas uma confusão que ele quer desesperadamente viver.

 

 

Impressões

Este é mesmo o romance de estreia de Krystal Sutherland?! Como? Estou em choque com o que essa história causou em mim. Eu honestamente não sei como vou analisar este livro lindamente escrito. Não há como fazer justiça a ele , porém tentarei fazer o meu melhor, acho que externar meu profundo amor não será tão difícil!
A Química que há entre nós é um daqueles livros que a gente começa a ler e instantaneamente pensa: “Por que demorei tanto para ler este livro?” E ele conseguiu despedaçar meu coração um pouquinho a cada página.
Esta história apresenta com precisão a forma como tudo o que nos acontece nos molda e quão difícil é lidar com uma enorme perda. Sua narrativa é um pouco crua, mas ainda assim linda e realista, é tão cativante que é muito fácil se perder na trama.
Nós temos Henry Page, um veterano do ensino médio que gosta de escrever e trabalhou muito para se tornar o editor do jornal da escola. Ele nunca se apaixonou e só beijou sua melhor amiga uma vez, e ela se declarou lésbica logo depois. Henry é um romântico quase sem esperança, que anseia encontrar um amor como aconteceu com seus pais quando ainda eram jovens.
Grace Town chama sua atenção por estar vestindo roupas de menino, andando de modo desengonçado e parecendo doente. Ambos acabam trabalhando juntos no jornal da escola e Henry está decidido em desvendar o mistério que Grace é e o que ela esconde.
Demora um tempo até descobrirmos o que aconteceu com ela e o por que de todas as mudanças em sua vida. Uma vez que sabemos o que aconteceu, todo o seu comportamento fica óbvio e completamente compreensível. Henry tenta o tempo todo estar disponível para ela, ele quer estar ao seu lado e fazê-la sentir-se feliz novamente.
Os dois se sentem atraídos pela personalidade um do outro e passam bastante tempo juntos e em algum momento, ela menciona que sente que ele olha para ela e vê alguém completamente diferente do que ela é hoje, o que eu acho que é verdade. Eu não acho que ele faça isso de forma dissimulada ou consciente, mas realmente senti como se ele estivesse enxergando uma espécie de versão idealizada dela.
Eu me encantei com os personagens, todos eles, principalmente com Henry e Grace. Os amigos de Henry são fundamentais para a vida dele e para o desenrolar da trama de forma um pouco mais leve e divertida, mesmo com o rumo triste inevitável. Eu queria saber, tinha que saber, o que aconteceu com Grace para transformá-la na jovem que ela é no agora. Por que ela está tão desleixada com sua imagem, por que usar roupas masculinas, por que ela anda mancando? Eu imaginei vários cenários diferentes e finalmente na metade do livro consegui entender todos os problemas da personagem.
Uma palavra que se destaca por toda essa experiência de leitura é inteligência. Este livro é tão realista e genial que não sei como fazer essa resenha fazer sentido sem ser repetitiva e me desmanchar em elogios, de qualquer forma, esses jovens têm apenas 17 anos então o modo como eles falam , agem ,pensam e sonham é desconcertante . No entanto, consigo imaginar todos eles ao meu redor , com seus discursos incrivelmente inteligentes como se fossem reais. Henry, nosso personagem principal, é um menino que tem uma mente ágil e um coração de ouro. E conhecer essa historia através de seu ponto de vista foi diferente e especial.
O livro inclui toneladas de referências a filmes e livros, o que o torna muito divertido de ler. Eu conhecia a maioria das referências e a menção de cada uma delas enriqueceu a experiência de acompanhar a trama.
O final é praticamente triste, mas também realista. Sinto que na vida real terminaria exatamente da mesma maneira. Considerando todas as coisas que aconteceram, nenhum outro final se encaixaria tão perfeitamente quanto o que a autora escolheu e eu fiquei muito feliz por ela ter tido a coragem de fazê-lo.
Este é um romance curto, porém com um conteúdo real e cheio de momentos agridoces , que toca em assuntos sensíveis que fazem o leitor se agarrar a historia. Além disso, há muitos trechos lindos e provocantes e a aventura e os desafios peculiares à idade também estão presentes.
A Química que há entre nós é muito mais do que eu esperava , uma história que mostra que mesmo nos finais não tão felizes e óbvios podemos encontrar alegria. Um livro que encanta , diverte , emociona e ensina e deveria ser lido por fãs de todos os gêneros ,pela forma profunda que abala as estruturas do leitor e o modifica para sempre.

 

 

 

Bianca Benitez height=

Quem Escreve

Bianca Benitez 38 anos,técnica de enfermagem,militar,mãe e faz malabarismo para ler no intervalo disso tudo.Apaixonada por Outlander,Romances de época e históricos,Young Adult , Literatura Érótica, e chick Lit.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editoras parceiras

Mr. Romance na Amazon !!!

Romances de Época na Amazon

PageRank