Back to top

[Resenha] A Fúria e a Aurora de Renée Ahdieh !!!

A Fúria e a Aurora

Edição: 1
Editora: Globo Alt
ISBN: 9788525060358
Ano: 2016
Páginas: 336
Tradutor: Fabienne Mercês

sinopse

Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado.

Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga.

Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto.

Adicione aos seus desejados no Skoob

Adquira o seu : Amazon | Saraiva 

 

Impressões

A Fúria e a Aurora é um livro YA recentemente lançado pela Editora GloboAlt e poderia ser comparados a outros do mesmo gênero lançados recentemente,mas a diferença dele para os dele é a narrativa lírica da autora e a profundidade literária da obra que é inspirada no livro As Mil e uma noites.

Sherazade  (Shazi) está em busca de vingança pelo assassinato de sua melhor amiga e decide se voluntariar para ser a próxima esposa do califa de Khorasan. O Califa é conhecido por ser cruel e não ter coração. Mas o fato principal sobre ele, é que cada noite ele toma uma esposa diferente e que elas não sobrevivem para ver o próximo amanhecer. Shazi não se importa com os motivos que levam o rei a fazer isso, ela só se preocupa em corrigir o que está errado e garantir que esse não seja o destino de mais nenhuma garota. Uma vez que a história é nos é contada em terceira pessoa, a autora nos deixa perceber que a muito mais dos que nos é contado durante a leitura.

Durante o tempo em que convive com Khalid, Shazi descobre que ele não é quem ela achava que era, e isso gera um conflito interno nela entre fazer o que ela se propôs a fazer e ouvir seu coração agora lhe diz para fazer. As coisas só ficam ainda mais complicadas quando seu namorado, Tariq, em uma missão suicida, prepara-se para resgatá-la.

Eu geralmente sou não sou muito fã de narrativas em terceira pessoa, mas neste livro eu simplesmente me vi apaixonado pelo modo narrativo que a autora escolheu para contar a história, e esse não foi o único ponto que me fez cair de amores pelo livro, os personagens são apaixonantes e a trama mais que cativante. Shazi é a protagonista com a qual é muito fácil se conectar, sua indecisão, as lutas internas entre a razão e a emoção nos emocionam e nos fazem guerrear junto com ela. Ela é uma líder nata e tem muita atitude, além de uma língua ferina, todas essas qualidades são exacerbadas por sua honestidade sem limites, o conjunto adornado por uma beleza sem igual conquista o califa e ao leitor, não tem como não se apaixonar por essa menina esperta.

Khalid é o califa de Khorosan, o nosso líder torturado e sofrido e não sei como expressar em palavras como amei esse personagem tão forte e tão frágil ao mesmo tempo, um homem de caráter. Ele não é um homem de muitas palavras, e as que ele usa ele escolhe sabiamente. Embora eu tenha me conectado mais com Shazi sem dúvida Khalid é o meu personagem favorito. Ele definitivamente conquistou seu lugar na minha lista de namorados de livros. Eu amei o mistério em torno dele, sua inteligência e sua capacidade de ler as pessoas. Este é também o único feedback negativo que tenho sobre o livro. O romance, embora incrível, eu queria mais dele, mais cenas de amor, mais tempo de Shazi e Khalid. Os momentos que temos com eles são tão perfeitos que isso me fez desejar que o livro fosse mais longo. Eu acho que diz muito sobre o livro se a sua única reclamação é que ele é tão bom que você queria mais dele. É exatamente isso que eu queria. Agora estou cruzando os dedos para o livro dois chegar logo por aqui.

Shazi e Khalid são personagens complexos e bem construídos. O fato de que nos é dada tanta história sobre o passado, sobre suas infâncias nos deixa com várias perguntas que espero sejam respondidas nos próximos volumes. Tariq é o único personagem que eu não senti qualquer conexão  neste livro, na verdade acho que não compreendi bem o personagem,ele me pareceu infantil em sua busca, embora possa enxergar algum valor nele mas meu amor por Khalid acaba por eclipsar tudo, ele realmente me conquistou , então eu não estava nem olhando Tariq durante a leitura.

Como afirmei acima A Fúria e a Aurora é um livro que pode ser comparar com os outros que foram lançados ultimamente, mas ele tem algo tão diferente que fica um pouco injusto. Embora a maior parte das cenas de ação está às margens da trama, evoluindo para um clímax que não ocorre nesse volume, a escrita de Renée nos mantém cativos em expectativa contínua pelo desenrolar dos acontecimentos, pois ela consegue manter um ritmo constante ao longo de todo o romance. A narrativa é tão simplesmente linda e emocionante, o modo como ela nos descreve o brilho por trás de como Shazi sobrevive durante a noite é o que me fez viciar mediatamente e mergulhar profundamente em cada frase maravilhosamente escrita e permaneci ali, até o final do livro e o fechei com pesar, por ter que me despedir dos personagens.

Este romance trouxe um novo significado para a frase: “As histórias que têm poder”. A tática da autora de nos fazer esperar, nos dando apenas um pouquinho do mistério de cada vez, um pouquinho da resposta do enigma de cada vez funcionou muito bem neste livro Quando tudo é revelado o leitor sente que recebeu um presente extremamente valioso e quer guardá-lo para sempre.

 

A-Fúria-e-a-Aurora

 

Livro gentilmente cedido para resenha por

13512191_1189349214443502_8447736217755053952_n

 

 

 

 

Bianca Benitez height=

Quem Escreve

Bianca Benitez 37 anos,técnica de enfermagem,cursando Letras,mãe e faz malabarismo para ler no intervalo disso tudo.Apaixonada por literatura erótica,romances de época, romances históricos e chick Lit.

 

 

assinatura.fw

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *