Back to top

[Primeiras Impressões ] A Garota das Sapatilhas Brancas de Ana Beatriz Brandão !!!

Olá apaixonados !!!

Tenho falado bastante neste lançamento nas redes sociais do blog e hoje vou contar para vocês as minhas primeiras impressões do livro que já é o mais aguardado do momento !!!

 

Ele foi o farol que a salvou da escuridão. Ela devolveu as cores ao mundo dele. Da mesma autora de O garoto do cachecol vermelho.

Sinopse

Daniel Lobos vive a vida plenamente. Dono de um coração enorme, o jovem divide seu tempo entre duas paixões: a música e as causas sociais. Até que seu caminho cruza o de Melissa, uma bailarina preconceituosa e mesquinha, que põe à prova aquilo em que ele mais acredita: que todo mundo merece uma segunda chance.
Este romance mostra, através das lembranças de diversos personagens já conhecidos em O garoto do cachecol vermelho e amados pelo leitor, como as nossas decisões podem afetar o nosso destino.
Respire fundo e venha descobrir o que levou Daniel a ter tanta fé em Melissa, quando ninguém mais acreditava nela. Toda história tem dois lados, e agora é a vez de conhecer a do garoto do cachecol vermelho.

Adicione aos seus desejados no Skoob

Adquira o seu em pré-venda : Amazon | Saraiva 

 

Primeiras impressões

Como me apaixonei pela história de O Garoto do Cachecol Vermelho, mergulhar nas primeiras dezesseis páginas desse spin off foi especial !

Logo no início somos arrebatados mais uma vez pelo “vândalo” que aprendemos a amar e Daniel nos mostra porque esse amor que sentimos por nele é tão grande. O protagonista nos faz enxergar o modo como julgamos e rotulamos as pessoas e nunca prestamos atenção em sua verdadeira essência, não reparamos em suas “cores” e assim nos furtamos de conhecer pessoas incríveis ao longo da vida.

 

O céu não é só azul. E as pessoas não são só o que parecem ser.”

 

Com uma narrativa que alterna passado e presente, a autora consegue permear com as palavras muita poesia e sentimentos intensos e assim somos impactados mais uma vez pelas emoções que transbordam das páginas. Além de acompanharmos o ponto de vista de Daniel, outros personagens se juntam a ele para enriquecer ainda mais essa história que já conhecemos e amamos e torná-la em algo ainda maior.  Nos dois primeiros capítulos que li Daniel e sua irmã, Helena narram fatos desconhecidos para o leitor até então.

Eu queria estar lá para consolar Daniel. Não… Para protegê-lo. No fundo o que eu queria mesmo era poder estar no lugar dele, sentindo aquela dor, aquela revolta. Mas não podia.”

 

Pelo amor de Deus. Por que precisava ser ele? Por que sempre tinha que ser ele?”

 

Em poucas palavras a autora nos mostra o mundo pela visão do protagonista e como e porque ele mudou completamente a vida de Melissa.

Eu comecei a reviver todo o sofrimento do livro anterior logo nas primeiras páginas e meu coração foi se quebrando aos poucos mais uma vez, porém não temos somente tristeza nessas páginas, revivemos um amor brotando entre duas pessoas tão diferentes e isso aquece até o coração mais duro.

A Garota das Sapatilhas Brancas não é uma continuação, e sim outro ponto de vista da mesma história e nela podemos acompanhar também a perspectiva de outros personagens do primeiro livro, o que levou Daniel a fazer a proposta à Melissa que mudaria a vida dos dois e também alguns fatos que aconteceram antes de O Garoto do Cachecol Vermelho.

Daniel, Melissa, Helena e os outros personagens nos fazem lembrar o porquê desse livro ter nos marcado tão profundamente e sim, posso afirmar isso lendo poucos capítulos e quando vocês lerem vão entender perfeitamente o que estou dizendo.

…Mas a cada encontro com Melissa eu sentia como se estivéssemos destinados a nos encontrar naquela noite de Ano-Novo. Como se o universo tivesse conspirado para nos levar até aquele momento. Um acordo selado, e de alguma forma eu sabia: nossa vida nunca mais seria a mesma. Um traço imaginário tinha sido riscado com aquele aperto de mãos, e ele dividiria nossa vida em antes e depois. Eu estava ansioso para saber o que o depois nos reservava.”

 

 

 

 

Bianca Benitez height=

Quem Escreve

Bianca Benitez 38 anos,técnica de enfermagem,militar,mãe e faz malabarismo para ler no intervalo disso tudo.Apaixonada por Outlander,Romances de época e históricos,Young Adult , Literatura Érótica, e chick Lit.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *