[Listas] 4 ESCRITORAS MARAVILHOSAS PARA LER NESSA SEMANA DA MULHER !!!

 

Olá apaixonados!!!

Já que nessa semana comemoramos o Dia Internacional da Mulher, nada melhor do que recomendar mulheres que arrazam quando o assunto é a escrita e a mulher. Ao terminar de ler este post, vá ler os livros delas caso não tenha lido antes.

Marian Keyes

Pra mim, a rainha do chick lit, gênero que trata de mulheres mais velhas com problemas seja financeiro ou emocional. Mas os livros da Marian são a primeira vista livros de “mulherzinha” por aparentemente não tratar de assuntos pesados. Quem julga assim, só perde. Marian trata de depressão, ansiedade, problemas com abuso de álcool e de drogas, relações familiares e o peso de ser uma mulher multi tarefas numa linguagem atual e engraçada. Marian tem o dom de tocar assuntos tão pesados de uma maneira leve em que nos divertimos aprendendo. Há 13 títulos dela lançados em português e recomendo Melancia (a desromanização da maternidade), Tem Alguém Ai?! (depressão e perda) e Cheio de Charme (relação romântica X abusiva).

Colleen Hoover

As personagens femininas da Hoover são independentes, inteligentes, fortes e nem por isso deixam de serem femininas, delicadas, etc. Hoover sabe como fazer personagens que fogem do clichê indefesa ou ogra. Muitas passam por algum trauma, mas se reerguem como fênix: mais fortes. Seu último livro lançado (It Ends With Us – mais do que recomendável) trata de um assunto polêmico até hoje e é de uma sensibilidade indescritível.

Jane Austen

Minha musa do século XIX, considerada feminista por muitos em relação ao tempo dela, nos inspira com suas mulheres únicas e mocinhos que acabam com as chances reais de encontrar um boy na vida real. As mulheres de Jane Austen são decididas, inteligentes, irônicas e racionais num contexto de época em que mulheres só nasciam para os fazeres domésticos e procriar. Jane Austen dá voz a essas mulheres lá em 1800, mas também dá voz a muitas Lizzies, Emmas, Janes dos anos 2000. Recomendadíssimo Emma (o meu livro de cabeceira, favorito, etc…), Orgulho e Preconceito, Razão e Sensibilidade, Persuasão, Mansfiel Park, A Abadia de Northanger, Lady Susan… Todos os livros dela hehehe

Chimamanda Ngozi Adichie

Uma das mais importantes autoras nigerianas, Chimamanda trata de diferenças de gêneros, papeis impostos pela sociedade para homens e mulheres, numa linguagem Cult, mas não complicada. Seus enredos pode não ter aquele olhar arrebatador entre homem e mulher, pode não ter as melhores reviravoltas, mas com um enredo simples, do dia a dia, ela encanta e escancara de forma sutil a violência e as desigualdades entre homens e mulheres da Nigéria, mas que reconhecemos ao nosso redor. Em português há três livros traduzidos (Hibisco Roxo, Meio Sol Amarelo e Americanah) e um ensaio que deveria ser leitura obrigatória, Sejamos Todos Feministas.

 

Há escritoras para todos os gostos. Desde as Best Sellers a aquelas consideradas “clássicas”, mas que são acessíveis a todas. Vamos mergulhar nesse universo feminino, refletir sobre a mulher, seu papel e lutas nos dias de hoje.

Feliz Dia da Mulher!!! Por um mundo mais justo e igual para todos os gêneros.

 

 

Desde pequena devoradora de tudo que combine as 26 letras do alfabeto, cursando Letras , e no meio disso tudo, ama aprender novas línguas, apaixonada por dormir e cultura coreana.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *