Back to top

Liberta-me de Tahereh Mafi -Resenha

 

Liberta-me.indd

 

Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581632353
Ano: 2013
Páginas: 448
Tradutor: Bárbara Menezes de Azevedo Belamoglie

Liberta-me é o segundo livro da trilogia de Tahereh Mafi. Se no primeiro, Estilhaça-me, importava garantir a sobrevivência e fugir das atrocidades do Restabelecimento, em Liberta-me é possível sentir toda a sensibilidade e tristeza que emanam do coração da heroína, Juliette. Abandonada à própria sorte, impossibilitada de tocar qualquer ser humano, Juliette vai procurar entender os movimentos de seu coração, a maneira como seus sentimentos se confundem e até onde ela pode realmente ir para ter o controle de sua própria vida. Uma metáfora para a vida de jovens de todas as idades que também enfrentam uma espécie de distopia moderna, em que dúvidas e medos caminham lado a lado com a esperança, o desejo e o amor. A bela escrita de Tahereh Mafi está de volta ainda mais vigorosa e extasiante.

 

 

Impressões por Eliane Teixeira

 

Neste segundo livro da saga de Tahereh Mafi,Liberta-me,nos traz todo o sentimento e tristeza que brotam do coração da protagonista  ,seu comportamento arredio a faz questionar realmente qual o seu lugar no mundo em que vive.

 

Não tenho mais janela.Não tenho uma vista.Faz um milhão de graus abaixo de zero em meu sangue e estou enterrada 15 metros abaixo da terra em uma sala de treinamento que virou meu segundo lar nos últimos tempos.Todos os dias ,encaro essas quatro paredes e lembro a mim mesma que não sou prisioneira,não sou prisioneira,não sou prisioneira, mas,às vezes,os antigos medos percorrem minha pele e pareço não conseguir me libertar da claustrofobia que aperta minha garganta.”

Juliette foi resgatada por Adam do Restabelecimento,entidade que comanda agora o mundo,comandada  por Warner,indo viver com as pessoas que possuem dons específicos no Ponto Ômega aos cuidados do chefe Castle,cada componente ocupa uma função diferente de acordo com seus dons,havendo treinamento diferenciado entre os componente que fazem parte dessa força que luta contra o Restabelecimento.Ela ainda assim não se sente confortável nesse ambiente e não quer tomar conhecimento da sua força,achando-a fatal ao tocar em outra pessoa,e não podendo ser tocada.Em sua fuga ela pode sentir o toque de Warner,ele foi a única pessoa que a tocou sem haver dano algum,segredo que guarda de Adam.

Nem todo mundo está me encarando com um olhar esperançoso ,um olhar generoso,um olhar que não faz ideia de que essas novas palavras que ele ofereceu para mim são tão ruins.Ruins porque ,por mais que saiba a verdade,ainda dói ouvir .Dói lembrar que,embora eu viva em uma redoma de vidro com Adam,o restante do mundo ainda me vê como uma ameaça.Um mostro.Uma aberração.”

Warner estava certo .Não importa aonde eu vá ,parece que não consigo fugir disso.”

Apesar de ter certeza de seu amor por Adam,Juliette não se sente tranquila para tocar nele,nem mesmo usando uma roupa fabricada especialmente  para ela por Winston.O afastamento de Adam a deixa mais retraída,dificultando o seu convívio na Ordem,com isso seu pensamento se volta para Warner.Esse afastamento de Adam é para ser conhecer melhor e saber qual a intensidade do seu dom,que é sugado pelo poder de Juliette.

Eu sabia do que eu era capaz .Eu sabia quais eram os riscos e fui em frente mesmo assim.Permiti-me esquecer,ser descuidada,ser gananciosa e idiota porque queria o que não podia ter.Eu queria acreditar em contos de fadas e finais felizes e oportunidades puras.Eu queria fingir que era uma pessoa melhor do que sou de verdade ,mas,em vez disso ,consegui me mostrar como o terror que sempre fui acusada de ser.

Meus pais estavam certo em se livrar de mim.”

Em Liberta-me vemos uma  Juliette  confusa,insegura ,que não consegue se encontrar no mundo,sentindo falta da época em que vivia solitária dentro do manicômio,a personagem não amadureceu diante dos problemas vividos.Fica bem explicito o triangulo formado por Juliette,Adam e Warner,o seu amor por Adam é real e profundo,mas Warner representa o igual,que tem os mesmos sentimentos de rejeição ,e  é o único que a pode tocar sem sofrer qualquer dano.Warner é uma figura ,com um temperamento a ser discutido ,em Destrua-me,vemos a personalidade dele de forma profunda e o seu envolvimento por Juliette,a atração e o amor que ele sente por ela  e quase uma obsessão,pois ele se reconhece quando a vê.

No decorrer da narrativa temos diversas revelações que tornam a leitura emocionante e cativante,com algumas cenas chocantes e violenta.Gostei da profundidade dos personagens,dos sentimentos conflituosos e principalmente da indecisões da personagem,tornando a leitura mais próxima do real.A autora tem uma forma peculiar de escrever que torna a leitura prazerosa,e quanto ao amadurecimento da personagem, e devido a sua pouca idade , inexperiência em lidar com o sentimento,já que no decorrer da historia ela foi rejeitada pela família e a sociedade.Amo este livro se existe algum ponto negativo não interfere na historia.Recomendo.

“Porque eu sinto .Sinto os cliques e as voltas e os rangidos de um milhão de chaves destrancando um milhão de portas na minha cabeça.É como se,enfim,eu estivesse me permitindo ver o que realmente penso,como realmente me sinto,como se eu estivesse descobrindo meus próprios segredos pela primeira vez.E,então,procuro nos olhos dele algo que nem sei nomear.E percebo que não quero mais ser inimiga dele.”

assinatura.fw

Comentários

  1. Oi Eliane, eu conhecia a autora ano passado, ela é uma amor, porém lá no Tribo não fui eu que leu o primeiro. Como sei que o argumento da Tahereh é pela ficção distópica creio que gostaria de ler este livro. Gostei da resenha sempre sincera como sempre.

    Reply
  2. Eu sou suspeita pra falar desse livro também Eliane. Eu amo o Warner, seus conflitos, o carinho que ele mostra com a Juliette em Destrua-me e em Liberta-me, ele é tãooo fofo! ♥
    Apesar de ter amado o livro e de admirar a escrita da Tahereh, achei q ela pecou um pouco pelo excesso de descrição que a Juliette faz nos momentos decisivos. Mas acho q nem isso tirou o brilho da história por completo.

    Thainá
    http://quatroamigaseumlivroviajante.blogspot.com.br/

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *