Back to top

Fiquei com Seu Número de Sophie Kinsella – Resenha

Fiquei com Seu Número

Edição: 1
Editora: Record
ISBN: 9788501098634
Ano: 2012
Páginas: 462

 

Sinopse

A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz… Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone abandonado no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de haver alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir.

Resenha por Bianca Benitez

Eu li algumas resenhas e fiquei apaixonada pelo livro,mas nenhuma resenha poderia ter me preparado para o livro lindo,empolgante,engraçado e emocionante que eu tinha em mãos,um Chik Lit para ninguém botar defeito.

Poppy,fisioterapeuta,está noiva de Magnus,professor acadêmico que tem uma família de gênios,os Tavish,seus pais aparecem na tv discutindo temas sociais e filosóficos e o seu futuro cunhado apareceu em diversas reportagens por ir contra o fato da igreja ser detentora de tantas obras de artes chamando -os de fariseus,ela só poderia se sentir diminuída no meio dessas pessoas,e para completar,no meio de um Chá com Champanhe elegante com suas amigas Ruby,Annelise que trabalham com ela na clínica de reabilitação, sua cerimonialista Lucinda,que é amiga da família Tavish, e Clemency,sua assistente,ela perde seu anel de noivado,que está na família de Magnus a 3 gerações e fica louca,procurando em todas as sobras,em todos os cantos,interrogando todos os funcionários e quando nada mais pode ser feito ela distribui seu número de celular para todos eles,incluindo o concierge do hotel para ser notificada se o anel aparecer,mas a vida de Poppy não está nada fácil e ela tem seu telefone roubado na frente do hotel.

Quando ela volta para o hotel totalmente desanimada,se senta num confortável sofá a sorte começa a mudar e ela encontra um celular na lixeira,com um adesivo da empresa White Globe atrás e não demora em distribuir esse novo número para todo mundo do hotel e as confusões estão só começando quando ela recebe uma ligação com um recado bem estranho,mas um dos sócios da empresa,Sam Roxton,de quem a dona do celular era assistente,liga para ela e eles começam um relacionamento estranho dividindo a caixa de entrada do celular,com situações embaraçosas,confusões e mais intimidade do que eles imaginam,Sam acaba tentando ajudar Poppy e ela a seu modo ajudá-lo também e no meio dessa confusão celular/anel o casamento está chegando.

Poppy é uma protagonista adulta,mas com alguns traumas e carências por ter perdido seus pais muito nova e ter sido criada,junto com seus dois irmãos pelos tios,é carinhosa aos extremos com todos que conhece e sente muito inferior a família do seu futuro marido,Magnus é carinhoso,mas muito ocupado e não parece tão entusiasmado com o casamento,Lucinda a cerimonialista faz parecer que ela está fazendo um enorme favor a Poppy,mesmo ela pagando um valor bem alto pelos trabalhos dela,e Annelise,sua amiga fisioterapeuta se ressente dela,pois Magnus deveria ter sido atendido por ela,então ela que deveria estar se casando.Muita confusão para a nossa querida Poppy,que ainda precisa esconder dos Tavish que perdeu o anel,achá-lo e não deixar Sam perder nenhum email ou mensagem importante.

Morri de rir em muitos momentos do livro,pois a narrativa é leve,fluida,e com muitas situações engraçadas envolvendo os personagens,principalmente a protagonista,mas o foco do livro são os relacionamentos inter pessoais e há sempre muito a ser aprendido em relação a isso,e que nem sempre a felicidade que buscamos e que está na nossa frente é a que nos fará realmente feliz!

Poppy e Sam são um show a parte na narrativa e a interação deles é muito divertida,eles acabam se conhecendo melhor e Poppy  cria muitas situações embaraçosas para Sam e para ela,lendo e respondendo aos email pessoais e profissionais dele,ela acaba fazendo uma imagem dele como um homem frio,solitário e que não dá valor as pessoas,mas Sam vai desconstruindo isso aos poucos,com alguma relutância,quando ele se prontifica a ajudá-la e quando ele está encrencado e ela fica ao lado dele todas as barreiras acabam caindo.

Mas Poppy recebe uma mensagem de texto com uma revelação aterradora e precisa ir atrás disso sozinha,descobrindo segredos que nunca imaginou ou quis e descobrindo também que as coisas nem sempre são o que parecem.

Enfim,um romance lindo em que a autora prova que bom humor e muito sentimento são suficientes para escrever um romance e deixar até as mais duras de coração aos suspiros e com um sorriso no rosto ao acabar de ler o livro.

Virei fã da autora e vou atrás de seus outros livros,para quem  ainda não leu nada de Sophie Kinsella este livro é uma ótima chance de mudar isso.

 

Quotes

“As mensagens de Sam estão misturadas aleatoriamente com as minhas,e isso é bem estranho.Passo por duas mensagens minhas,umas seis de Sam e outra minha.Todas lado a lado;todas coladas entre si.Nunca compartilhei uma caixa de entrada com ninguém na vida.Eu não esperava que a sensação fosse tão… íntima.É como se de repente compartilhássemos a gaveta a gaveta de roupas íntimas  ou algo parecido.”

 

“Estou num bosque com Sam e os estão ao redor do meu corpo ,onde  eles realmente não deveriam estar.Não sei  o que estou fazendo.Não sei onde isso vai dar.”

 

“Tomei tanto café hoje que estou parecendo ligada na tomada … Mas,por outro lado,não consigo suportar essa atmosfera intensa.Não consigo avaliar nada.Não consigo entender Sam.Não sei o esperar ou querer.Somos duas pessoas que a vida aproximou por um breve acaso e estão numa transação de negócios.Só isso.

Então porque meu estômago se revira cada vez que ele abre a boca para falar?Que merda de coisa espero que ele diga ?”

 

“… – Não é não … – E começo a dizer,mas agora os lábios dele estão firmes sobre os meus e não consigo mais falar.

e,de repente,a vida é boa.”

 

 

Eu amei demais esse livro,e espero que vocês sintam isso lendo a resenha!!

 

Comentem!!!

 

Comentários

  1. Oi Bianca!!! Já tinha visto este livro pra comprar e não comprei, agora lendo a sua resenha, adorei e fiquei louca pra ler …

    Beijos … @deesireh

    Reply
  2. Adoro livros estilo Chik lit, é tudo tão sem compromisso, sem regras, sem preocupação, apenas diversão. Me faz rir quando mais preciso, chorar de coisas tão banais e gargalhar por uma unha quebrada!!

    Adorei a resenha, estou muito interessada no livro, não conhecia, mas graças a você… VAMOS LÁ COMPRAR!!!

    Bjooooooos
    Ni
    @Ciadoleitor

    Reply
  3. Oi Bianca!!
    Que maldade!!!!
    É claro que percebemos o quanto vc amou esse livro e agora fiquei com mais vontade ainda de ler. É vc a Débora, a Bia, todas falando bem…assim fica impossível resistir.
    bjs

    Reply
  4. GOSTEI DA RESENHA BIANCA, ATÉ PORQUÊ ESSE É O TIPO DE ROMANCE QUE M E FASCINA, COM HUMOR E FORTE ATRAÇÃO ENTRE OS PERSONAGENS. SE VC TIVER ELE EM EBOOK PODE ME ENVIAR? BEIJOS!!!!

    Reply
  5. Gostei da resenha Bianca. Chik Lit não é o me gênero preferido de livros. Mas alguns já me conquistaram. Não sei porque demoro muito lendo Chik Lit… Como Dizem Por Aí da Novo Conceito, a leitura não rendeu muito, mas no final eu gostei bastante. Bem, vou anotar o nome do livro e da autora. Tendo oportunidade (leia-se promoção, ofertas no Submarino, etc) eu leio com certeza!

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *