Back to top

Estilhaça-me de Tahereh Mafi – Resenha

Nome: Estilhaça-me
Original: Shatter Me
Autor(a): Thaereh Mafi
Editora: Novo Conceito

Sinopse:
Juliette nunca se sentiu como uma pessoa normal. Nunca foi como as outras meninas de sua idade. O motivo: ela não podia tocar ninguém. Seu toque era capaz de ferir e até matar. Durante anos, ela feriu e, segundo seus pais, arruinou o que estava à sua volta com um simples toque, o que a levou a ser presa numa cela. Todo dia era escuro e igual para Juliette até a chegada de um companheiro de cela, Adam. Dentro do cubículo escuro, ela não tinha notícias do mundo lá fora. Adam ia atualizando-a de tudo e  não entendeu bem o que estava acontecendo quando foi retirada daquela cela e supostamente libertada, ao lado de Adam, e se vê em uma encruzilhada, com a possibilidade de retomar sua vida, mas por caminhos tortuosos e totalmente desconhecidos. “Estilhaça-me” é um romance fantástico, que intriga, angustia e prende o leitor até a última página com uma história surreal que mistura amor, medo, aventura e mistério e traz um desfecho surpreendente.
Resenha por Eliane Teixeira:
“Meus olhos se abrem a dois olhos ,dois labios,duas orelhas e duas sobrancelhas.Contenho meu gritona urgência de dominar o horror paralisante que me toma os menbros
_Você é um ga-ga-garoto…
_E você é uma garota…”
Pag:06

Julliete tem um dom,tentando ajudar uma criança,ela a mata e é encarcerada por seus pais por 264 anos,onde passa a viver sozinha,no escuro e sem nenhuma notícia do exterior.

Adam chega para lhe fazer companhia em sua cela e o receio inicial em relação a ele acaba se transformando em um relacionamento onde ela aprende a ter confiança,como também reaprende a se comunicar ,tudo isso sem nenhum toque,pois o que ela mais teme é que suas mãos machuquem mais alguém,o que Julliete não sabe é que Adam tem uma missão,ele foi mandado por  Warner para resgata-la desse manicômio.
Ele comanda uma organização que tem o poder sobre os mais pobres,Juliette não se sente bem diante as investidades dele,pois ele quer usar o seu poder para intimidar os mais fracos.

Adam e Juliette conseguem fugir ,são perseguidos por  Warner,e são resgatados por outra organização em que os componentes tem o mesmo poder que ela.

Adam e Julliette começam um relacionamento que se desenvolve de maneira linda e única.

Mas o que Juliette  não consegue entender é o porque de seu poder não ser letal a Adam.

Tahereh  nos descreve uma historia envolvente,narrada em primeira pessoa,a personagem principal é Juliette,que alem de possuir um poder em suas mãos,vê o mundo de uma forma peculiar que nos faz lembrar na época em que foi criado o Romantismo.Adam desperta inumeras sensações que Juliette não conhecia.
“Seu nariz está tocando o meu nariz,seus lábios a um suspiro de distancia ,seus
olhos já me devorando e eu sou uma possa d’água sem braços e sem pernas…
………..O gosto de suas palavras demora-se em meus lábios”.
pag.154
A autora nos mostra verdadeiramente uma leitura envolvente ,que o tema sobre destruição do mundo se torna secundario em relação ao sentimento ,as percepções
a descoberta do primeiro amor.
Recomendo a leitura ,fiquei emocionada com a personagem,um livro altamente romantico,sensual sem ser vulgar,as repetições das palavras expressam  o pensamento de Juliette.O livro esta impecável,sem erros ,a capa esta extraordinariamente lindas,e vale a pena se perder  na historia,que é o primeiro de uma trilogia.

Livro gentilmente cedido pela editora parceira:

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *