Vamos começar uma série de entrevistas com autores Nacionais,hoje vamos saber mais da  querida Amanda Vieira que deu uma pequena entrevista para a gente falando do seu livro O Vale das Borboletas que a gente já mostrou Aqui e da sua vida.

Ela foi super fofa  reservando um tempinho para responder nossas perguntas.


APXSSua formação acadêmica é na area de enfermagem,mas você também é escritora,como esses dois lados da sua vida competem no dia-a-dia??


AV: Às vezes o tempo atrapalha um pouco, pois ambas as profissões exigem cuidado e muita atenção e não dá para fazer nenhuma das duas coisas correndo ( embora o meu dia seja uma correria só), mas por outro, lado acho que elas também se completam, tenho a oportunidade de lidar com o universo humano de diversas formas, presencio a dor e o sofrimento, assim como também vejo como é o amor verdadeiro, como as pessoas ficam mais unidas e demonstram mais carinho em dificuldades e isso ajuda na hora de escrever, acabo ficando mais sensível e descrevo melhor o que os personagens estão vivendo e sentindo.




APXS: Elas são profissoes completamente diferentes mas ambas lidam com o universo humana,qual te impressiona mais??


AV: Posso dizer as duas? É difícil dizer, no hospital já presenciei muitas situações que achei que não suportaria, mas hoje vejo que esses momentos me tornaram mais forte, também já me impressionei com a gentileza de pessoas que te agradece de forma tão tocante por algo que é a sua obrigação, que faz o seu dia muito melhor. E além do mais, acho que passar por situações diferentes me completa mais, todo escritor deve ter essa bagagem e saber usá-la da forma certa e não se recusar a vivê-las, pois a vida é um presente para cada um de nós. A escrita também me impressiona bastante, é incrível poder criar um mundo que até então só existia para você, dar vida a personagens e lugares mágicos. Também fico ansiosa pela linha seguinte que vou escrever, não como se eu pudesse decidir o destino de alguém, é muito mais do que isso, é como se existisse realmente alguém me contando uma história e eu apenas colocasse no papel tudo que ouvi.


APXS: Você toca violão??
A faculdade e a música atrapalham você na hora de escrever,ou servem de material??

AV: Com certeza me ajudam muito, a faculdade, como já disse nas questões anteriores, e a música, bem, a música é a linguagem da alma, uma das coisas que mais me inspiram, às vezes ouço uma música e consigo visualizar uma história inteira com base nela, e tocar violão é uma coisa que me relaxa muito, me tira o estresse do dia a dia, e às vezes componho também, mais isso é uma coisa que ainda não aprendi a dar valor, coisa que sempre fiz com a escrita, mas quando as coisas tem que acontecer elas acontecem, então, fico na expectativa por essa caixinha de surpresas que todo ser humano é.

APXS: Qual seu estilo de música favorito??
AV: Adoro música sertaneja, acho que é porque a maioria fala de amor, mas também gosto de pop, rock, internacional, MPB. Não tenho um estilo definido, depende muito da letra da música, e o ritmo é uma coisa que depende do momento.

APXS: Quais são seus autores preferidos?? eles servem inspiração para você??
AV: Gosto de Jose de Alencar, Machado de Assis, Olavo Bilac, Meg Cabot, Nicholas Sparks, Stephenie Meyer… Mas não me inspiro em nenhum, acho que cada escritor tem o seu estilo e algo diferente para mostrar, quando escrevo sou apenas eu.

APXS: Como foi escrever o vale das Borboletas??

AV: Foi uma experiência única, no começo não levei muito a sério, sabe? Comecei meio que na brincadeira, mas à medida que vi que as coisas estavam ficando boas, comecei a me dedicar de verdade, e ter a companhia dos meus personagens por um período era bem prazeroso, ver que eles estavam ganhando vida e ficando mais fortes com o passar da narrativa. E quando você termina é como se tivesse dado à luz a um filho, você sente um alívio e um prazer imenso, fiquei bem ansiosa para ver a capa do meu livro pronta, foi realmente como ver a foto do meu primeiro filho (risos).


APXS:Você teve dificuldade para desenvolver os personagens no livro??

AV: Não. Eles surgiram de maneira bem natural, eu não tentei desenhá-los em minha cabeça, isso me impressiona, era como se estivessem ao meu lado me convidando a conhecer o seu mundo, me mostrando o modo de sorrir, a maneira como viam o mundo. Revelando com o passar da história os seus segredos e a sua personalidade, eu os conheci aos poucos e isso me manteve mais atenta a tudo o que eles me revelavam.

APXS: Os personagens Heitor e Maria Luisa são totalmente ficticios ou você se inspirou em alguém para escrevê-los???

AV: Sim, totalmente fictícios, tanto que até parecem real, com a sua forma peculiar e única de ser. Isa é uma garota de dezessete anos, que às vezes se mete em encrenca por causa da sua curiosidade, é uma menina forte e corajosa diante das pessoas, mas que se tranca em seu quanto para chorar quando algo dá errado e que ainda não superou a morte da avó quando criança, também luta com os conflitos do seu coração por vir de uma família conservadora e estar apaixonada pelo seu primo. Já Heitor é um cara divertido e atraente, alvo da disputa feminina, é extremamente misterioso, impulsivo e por vezes atrevido, mas guarda para si os seus segredos mais profundos, às vezes se sente só e incapaz de decifrar a sua própria identidade.

APXS: Fale um pouco do Vale das Borboletas.

AV: O Vale das Borboletas é uma história para mexer com o coração e tirar o fôlego de quem se aventurar nessa perigosa paixão, tem um pouco de tudo: mistério, amor, aventura e também é bem engraçado, muitos vão se identificar com ele porque é para todos os gostos de leitura. É um livro narrado na primeira pessoa, onde os protagonistas se alternam para contar a história, mas nada de contar a mesma coisa duas vezes, são cenas e situações diferentes e isso torna o livro bem mais dinâmico.

 APXSO primeiro título do seu livro seria “Coração de vidro” porque essa mudança ???

AV: Acho que o livro pediu a mudança de nome, o cenário maravilhoso que criei merecia o reconhecimento, O Vale das Borboletas é o palco principal da história, é onde as cenas mais importantes são narradas e tem tudo a ver com o título do livro.

APXS:  Onde poderemos saber mais de voce e do seu livro???

AV: Quem quiser saber mais pode entrar no meu blog Aqui  , também pode procurar pelo meu livro no  Skoob ,ou entrando no site da Editora Dracaena .

APXS: Deixe um recadinho para os nosso leitores.

AV:  Primeiramente, gostaria de agradecer pelo tempo que passamos juntas, foi muito bom fazer a entrevista com você.
E aos leitores fica a dica para conhecerem um lugar onde as borboletas nunca vão embora, e também o agradecimento por gastarem um pouco do seu tempo lendo a entrevista. Obrigada de verdade, e espero os comentários de quem se aventurar na história.
Montanhas de abraços para vocês:)

Então gostaram da entrevista??  foi a primeira de uma série .. Toda quarta vai ter um autor nacional por aqui para a gente conhecer melhor!!!

5 respostas a Conhecendo o Autor 1°Edição – Amanda Vieira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editoras parceiras

Mr. Romance na Amazon !!!

Romances de Época na Amazon

PageRank