Back to top

Alma? O Protetorado da Sombrinha de Gail Carriger – Resenha

alma-gail-carriger

 

 

Edição: 1
Editora: Valentina
ISBN: 9788565859042
Ano: 2013
Páginas: 308
Tradutor: Flávia Carneiro Anderson

Sinopse

Alexia Tarabotti enfrenta uma série de atribulações sociais, quiproquós e saias justas (embora compridíssimas) em plena sociedade vitoriana. Em primeiro lugar, ela não tem alma. Em segundo, é solteirona e filha de italiano. Em terceiro, acaba sendo atacada sem a menor educação por um vampiro, o que foge a todas as regras de etiqueta.

E agora? Pelo visto, tudo vai de mal a pior, pois a srta. Tarabotti mata sem querer o vampiro ― ocasião em que a Rainha Vitória envia o assustador Lorde Maccon (temperamental, bagunceiro, lindo de morrer e lobisomem) para investigar o ocorrido.

Com vampiros inesperados aparecendo e os esperados desaparecendo, todos parecem achar que a srta. Tarabotti é a responsável. Será que ela conseguirá descobrir o que realmente está acontecendo na alta sociedade londrina? Será que seu dom de sem alma para anular poderes sobrenaturais acabará se revelando útil ou apenas constrangedor? No fim das contas, quem é o verdadeiro inimigo, e… será que vai ter torta de melado?

Uma das séries de Steampunk mais cultuada do mundo.

 

Página no Skoob

 

Impressões por Bianca Benitez

Alexia Tarabotti é uma solteirona de 26 anos na Inglaterra do século XIX ,não se preocupa nenhum um pouco com a sua condição,o que não se pode dizer de sua mãe,é inteligente,culta,independente e não tem alma,isso mesmo,ela é uma preternatural,em uma sociedade onde lobisomens,vampiros e fantasmas convivem harmoniosamente na sociedade londrina e  ocupam  posições de destaque nela.

 

Lorde Maccon costumava ser bastante paciente.Como a maioria de sua espécie,tinha aprendido a sê-lo no convívio com a sociedade refinada,Entretanto a Srta Tarabotti parecia trazer à tona seus piores instintos animais.”

 

Alexia adora moda e se interessa muito pelas descobertas científicas,é diferente de todas as moças solteiras da época e mais ainda de sua família,se parece demais com o falecido pai que era de origem italiana,e é lembrada o tempo todo por sua mãe e irmãs que não tem a beleza para arrumar um bom partido,frequenta os bailes da alta sociedade com muita desenvoltura e quando não encontra outra pessoa com seu nível de inteligência com quem possa conversar,prefere fugir para a biblioteca da casa e pedir um bom lanche para satisfazê–la,pois além dos livros adora uma boa refeição e se entrega a esse prazer sem culpa alguma,apesar dos protestos de sua mãe.E em uma dessas fugidas ela encontra um vampiro que tenta mordê-la e sem querer ela o mata,e com a chegada do chefe da DAS(Divisão de Assuntos Sobrenaturais) ,o Lorde Maccon,eles acabam se desentendendo como sempre acontece quando se encontram e daí já é possível sentir o clima entre eles.

 

O conde segurou o queixo da Srta Tarabotti com uma das mãos enormes e,com a outra,puxou-a pela cintura,com firmeza em sua direção.Seus lábios tocaram os dela quase com violência.

Ela recuou.

O que está…?

Só desse jeito você fica quieta.”

 

Após esse encontro a vida tranquila da Srta Tarabotti muda radicalmente,com homens de cera a perseguindo,tentativas de sequestro  e encontros sucessivos com Lorde Maccon que vão da discussão a momentos íntimos de carícias,eles literalmente quase pegam fogo.

 

Seu aroma era agradável,quente e condimentado,como o de uma torta italiana tradicional,que seu corpo não podia mais processar,mas cujo gosto se lembrava e tinha saudades.”

 

Fiquei intrigada e extremamente apaixonada pela narrativa,nunca tinha lido nada do gênero Steampunk e só posso dizer que virei fã,principalmente da autora que nos apresenta personagens fortes,destemidos,ás vezes ignorantes mas terrivelmente divertidos,eles me conquistaram nas primeiras páginas,nos diálogos inteligentes e perspicazes beirando o deboche e a provocação.

 

A Srta Tarabotti suspeitou que Lorde Maccon a estava tocando  um pouco mais que o necessário naquelas circunstâncias;porém ,no íntimo,gostou da sensação.Afinal,com que freqência uma solteirona inveterada como ela era revistada por um conde como Lorde Maccon,da mais nobre estirpe? Era melhor aproveitar, Achou graça da própria ousadia e se perguntou quem estava tirando proveito de quem!”

 

Alexia é a mocinha que todas nós queremos ser,ela atribui suas atitudes espontâneas,as vezes meio rude e completamente independente ao fato de não ter alma,mas creio que seja a personalidade forte e destemida,ela sempre vai direto ao ponto,sem rodeios e quando decide que quer ser a loba de Conall faz o jogo direitinho e é a única capaz  de desarmar o poderoso alfa dos lobisomens.

 

No protocolo da alcateia,denominamos isso a Dança da Loba – explicou o Beta. – Perdoe-me por dizê-lo,mas a senhorita é alfa demais.”

 

Os personagens secundários também nos conquistam e sempre tem algo a acrescentar,até mesmo o fiel mordomo Floote tem seus momentos na história e nos conquista com sua discrição e competência,assim como Lorde Lyall.

Aventura,romance,muitos sobrenaturais e algumas cenas bem picantes,que são muito bem escritas,costuradas de forma magistral pela autora,tonando o livro impossível de largar após ter lido a primeira página.A editora Valentina  acertou também na capa e na diagramação e no cuidados com as páginas amarelas,bem mais confortáveis de ler.

Leitura divertida e imperdível da primeira até a última página.

 

Livro gentilmente cedido pela Editora

editora valentina

 

 

 

maisblog_c6bea18f4e13b8fd9d14a4758ef6d9311346198594

 

 

Comentários

  1. Já começo meu comentário tensa…”solteirona de 26″…aimeupai…se ela é solteirona com 26 anos…eu definitivamente sou a tia solteirona…rs.

    Brincadeiras a parte, estou realmente curiosa para ler esse livro. O gênero Steampunk é novo para mim…acredito que nunca li nada no estilo e se li, confesso que estou até hoje sem saber…rs. Mas o que mais me chamou a atenção foi a Alexia e seu ímpeto destemido…ela é do tipo de personagens que eu adoro ler e acompanhar a trajetória. Nada de mocinhas histéricas e dependentes…é disso que estou falando…é disso que gosto.

    Além disso, tem essa relação meio torta entre ela e o Lorde Maccon…já vislumbro boas risadas com as cenas desses dois.

    Bem…agora é esperar uma oportunidade de tê-lo… =)

    Reply
  2. Gostei logo do livro pela proposta do estilo: Steampunk… o que é? Quero conhecer!
    Uma mocinha fora dos padrões rígidos da época e da sociedade vitoriana, lobisomens e vampiros dão um toque maravilhoso à história. Espero mesmo me apaixonar pelo enredo. Li muitos comentários favoráveis e quero embarcar nessa aventura. Depois eu volto aqui pra contar.

    Reply
  3. Que confusão! hahahaha
    A autora tem que ter muita “mão firme” para não se perder nesta história tão cheia de personagens de diversas personalidades! Mas só li resenha boa até agora, tô doida para poder fazer minha própria avaliação.

    Reply
  4. Achei super divertido a forma de como a sinopse foi escrita “Alexia Tarabotti enfrenta uma série de atribulações sociais, quiproquós e saias justas (embora compridíssimas) […] Em terceiro, acaba sendo atacada sem a menor educação por um vampiro, o que foge a todas as regras de etiqueta.”
    Realmente estou louca para ler esse livro… além de tudo, simpatizo com o nome “Alexia”.

    Reply
  5. Adoro a ideia do steampunk e sempre quando lança algum aqui no Brasil corro pra ler as resenhas! Alma? é o que mais quero, por que além de ter todo o jeitão londrino steampunk é divertido, supernatural e tem uma protagonista de arrasar!!
    A Gail soube misturar muito bem essas três características e deixou os leitores apaixonados. Também quero me apaixonar hahaha. Tomara que a editora lance os próximos rapidão =D

    Reply
  6. Tudo o que vc comentou já dá vontade de ler, e pra quem adora lobisomens, vampiros e afins mais ainda, rsrs…
    Isso da mocinha não ser perfeita, o ser mais lindo, etc., é um plus na história.
    Não sei se conseguirei esperar até o sorteio, preciso ler logo Alma!!!
    Obrigada pela ótima resenha 🙂

    Bjs!

    Reply
  7. Tenho certeza que vou gostar da Srta Tarabotti…
    Ela parece ser “independente”,sabe?
    Sem contar que parece que esse livro tem personagens bem construídos… Porque cá entre nós, normalmente autores esquecem os mordomos(como se não fossem gente).
    Estou louca para ler o livro, tenho certeza que vou amar.
    Faz tempo que não leio um livro desse gênero!
    Beijos

    Reply
  8. Fiquei apaixonada por esse livro, do jeito que eu gosto, romance, Vampiros, e coisas sobrenaturais <3
    fiquei super curiosa !

    Reply
  9. Confesso que o que me chamou atenção foi a capa, que é muito linda, mas depois gostei da estória. A mocinha não é sem sal como a maioria das personagens principais dos livros de hoje, achei estranho a mistura de tantos seres, como vampiros, lobisomens, fantasmas, humanos e alguns humanos não tão humanos hahaha achei que essa mistura não ia dar tão certo mas todo mundo que leu o livro falou muito bem, estou muito curiosa. Adorei a resenha, beijos.

    Reply
  10. É a segunda resenha que eu leio desse livro. Pelos quotes mencionados, embora de epoca, não trás
    um linguajar chato e cansativo. O sobrenome dela já é algo hilário e inconfundível, e pelo visto sua personalidade tbm.
    Super ansiosa pra ler esse livro.

    Reply
  11. Já li algumas resenhas do livro e o que sempre me chama a atenção é o fato da mocinha não ser aquele tipo de mocinha sonsa que fica esperando o mocinho salvar o dia e que ela tem sacadas sarcásticas, adoro esse tipo de personagem ..mulheres fortes, irônicas e que sabem a que venho ao mundo.
    Obrigada pela resenha mal posso esperar para poder ter em mãos o livro.

    Reply
  12. Taí um livro que desejo ter. todas as resenhas que tenho lido na blogosferas são positivas e incentiva bastante a nossa leitura.
    Claro que uma dica sua é bem vinda e certamente é forte indicação.
    Agora vamos torcer pra adquirir tão logo o livro e devorar!

    Bjocas
    Ni
    CiadoLeitor

    Reply
  13. To doido para ler esse livro! Mocinha forte, personagens secundários de importância e cativancia (oi?) a história e ainda o cenário da Londres Vitoriana e o genero Steampunk? é amor demais!
    Estou curioso também para ver a diagramação da editora, que vem sendo bem elogiada nesse sentido!

    Reply
  14. Eu estou simplesmente desesperada para ler este livro… Todas as resenhas que leio falam bem, e ver que você, uma pessoa que respeito e confio, ficou táo empolgada com ele, só faz acreditar que o livro realmente é bom e que esta série veio para ficar… Agora como faço para ler??? Eu querooooo
    Lia Christo
    http://www.docesletras.com.br

    Reply
  15. Este livro é Maravilhoso mesmo e adorei sua resenha e ver o quanto vc gostou..
    São ótimos personagens e cada um com sua característica bem trabalhada..
    Adorei Alexia..

    Parabéns pela resenha
    Beijos Mila

    Reply
  16. Duas coisas me convenceram a ler esse livro: um que a mocinha não é tão bonita, dois, que tem um lobisomem TDB aguardando a gente… kkkkkkkkkkk
    Todas as amigas que leram gostaram muito do estilo então estou achando que vou gostar também. Ele esta aqui me esperando para ser lido. Emprestado da amiga Vãnia. Tenho que ler para devolver, porque se não ela me mata… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *